Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Dioceses de Lamego e Santarém recusam comissão para tratar abusos sexuais

Outras seis dioceses ponderam avançar mas só depois de ouvirem as orientações dadas na Conferência Episcopal Portuguesa (CEP) a realizar entre dia 29 de abril e 2 de maio, em Fátima.
28 de Abril de 2019 às 14:05
Religião
padre, igreja
Padre
Religião
padre, igreja
Padre
Religião
padre, igreja
Padre

Como a do Porto, também as dioceses de Lamego e Santarém defendem que não é necessária uma comissão para tratar as denúncias de abusos sexuais cometidos por membros da Igreja Católica.

Em sentido contrário, a diocese de Lisboa já criou uma comissão, integrada pelo antigo Procurador-Geral da República Souto Moura, pelo ex-diretor da PSP Francisco Oliveira Pereira, pela psicóloga Rute Agulhas e pelo pedopsiquiatra Pedro Strecht. Também Setúbal está a preparar uma comissão, indica o jornal Público, que fez um levantamento junto de todas as dioceses nacionais.

Outras seis dioceses ponderam avançar mas só depois de ouvirem as orientações dadas na Conferência Episcopal Portuguesa (CEP) a realizar entre dia 29 de abril e 2 de maio, em Fátima.

No Vaticano, serão aplicadas multas entre os mil e os cinco mil euros a quem não tenha divulgado suspeitas de abuso sexual cometido por clérigos de que tinha conhecimento às autoridades.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)