Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Finalista morre ao lado da irmã em despiste de autocarro

João Nuno Fiadeiro, de 18 anos, é a única vítima mortal do acidente em Portalegre.
Isabel Jordão,Pedro Galego e João Tavares 9 de Abril de 2018 às 01:30
João Nuno Fiadeiro, a vítima mortal
João Nuno Fiadeiro, a vítima mortal
Acidente com autocarro de estudantes em Portalegre
Acidente com autocarro de estudantes em Portalegre
Acidente com autocarro de estudantes em Portalegre
Autocarro acidentado
João Nuno Fiadeiro, a vítima mortal
João Nuno Fiadeiro, a vítima mortal
Acidente com autocarro de estudantes em Portalegre
Acidente com autocarro de estudantes em Portalegre
Acidente com autocarro de estudantes em Portalegre
Autocarro acidentado
João Nuno Fiadeiro, a vítima mortal
João Nuno Fiadeiro, a vítima mortal
Acidente com autocarro de estudantes em Portalegre
Acidente com autocarro de estudantes em Portalegre
Acidente com autocarro de estudantes em Portalegre
Autocarro acidentado
Os irmãos gémeos João Nuno e Margarida Fiadeiro passaram a última semana em Punta Umbría, Espanha, numa viagem de finalistas com mais 45 estudantes das escolas Frei Heitor Pinto e Campos Melo, ambas da Covilhã, e da de Belmonte. Este domingo, cansados e após dias de folia, regressavam a casa de autocarro - no qual seguia o motorista e um guia. Por razões desconhecidas, a viatura tombou ao km 158 do IP2, perto de Nisa.

João, de 18 anos, acabou por morrer perto da irmã. Três outros colegas sofreram ferimentos graves e 24 foram considerados feridos ligeiros. Os restantes 21 foram assistidos no local.

Apesar da prontidão de uma centena de elementos das equipas de socorro, estes nada puderam fazer para salvar a vida do jovem residente em Tortosendo, Covilhã. Era um dos que, horas antes, havia saído com os colegas de uma unidade hoteleira de Punta Umbría, localidade que fica apenas a 60 quilómetros da fronteira portuguesa junto a Vila Real de Santo António.

Às 17h56, e depois de já terem sido percorridos quase 350 km, deu-se o acidente, quando seguiam junto à barragem do Fratel e procuravam chegar à A23. Quando fazia uma curva à esquerda, a descer, o autocarro tombou para o lado direito. A chuva que se fazia sentir pode ter potenciado o acidente.

Nesse momento gerou-se o pânico entre os ocupantes, que tiveram de esperar pelo socorro. Outros condutores que seguiam na via tentaram ajudar os feridos quando se aperceberam do acidente.

O sinistro teve lugar a cerca de 150 quilómetros do destino, a Covilhã, onde os estudantes residem. Os feridos foram transportados para as unidades hospitalares da zona e muitos tiveram mesmo de receber apoio de psicólogos.

País vizinho recebeu cerca de 30 mil jovens
Cerca de 30 mil estudantes finalistas do Ensino Secundário rumaram a Espanha durante a semana passada para celebrar a conclusão do 12.º ano. Os jovens que viajavam no autocarro acidentado em Nisa tinham estado em Punta Umbría, no Sul de Espanha. Foi este o destino mais procurado pelos jovens estudantes portugueses este ano.

Cerca de 10 mil finalistas terão viajado para Punta Umbría, onde se realizou o Festival Village, com a presença de artistas e bandas portuguesas como Valete, Slow J, Mundo Segundo & Sam the Kid ou Piruka. Milhares de outros estudantes rumaram também ao país vizinho para destinos como Salou, Gandia, Marina d'Or, Torremolinos ou Benalmadena.

Nas viagens de finalistas são habituais os excessos, com consumos de álcool e drogas. Em 2010 e 2012, dois estudantes morreram em quedas de varandas dos apartamentos.

Dois casos trágicos em Lloret de Mar
Lloret de Mar, na costa a Norte de Barcelona, foi palco dos dois casos mais trágicos envolvendo estudantes portugueses em viagens de finalistas. Artur Pimentel (Lamego) e Vítor Mota (Castro Verde), ambos de 17 anos, perderam a vida em 2010 e 2012, respetivamente, ao caírem de janelas dos hotéis em que estavam hospedados.

Em 2007, também em Lloret de Mar, uma estudante do 12.º ano, de Vila Real de Santo António, foi violada, tendo sido detidos dois funcionários de uma agência de viagens portuguesa.

Já no ano passado, cerca de mil estudantes foram expulsos de um hotel por terem provocado vários distúrbios e estragos na unidade hoteleira.

PORMENORES
Apoio em Nisa
Vinte e um dos passageiros, assistidos no local, foram encaminhados para a Biblioteca de Nisa, para onde se deslocaram equipas de apoio psicossocial.

'Heli' foi acionado
Devido ao número de feridos, e por alguns terem lesões graves, a Proteção Civil acionou um helicóptero do INEM. Acabou por não fazer qualquer transporte.

Apoio aos feridos
A secretária de Estado da Saúde, Rosa Matos, deslocou-se ao hospital de Portalegre para se inteirar do estado dos feridos. Ao CM disse que todo o apoio está a ser garantido às vítimas e aos familiares.

Corpo na morgue
O corpo de João Nuno Fiadeiro, a única vítima mortal deste acidente de viação, foi transportado pelos bombeiros para a morgue do hospital de Portalegre.

500 km de distância
A distância entre Punta Umbría, em Espanha, e a Covilhã é de cerca de 500 quilómetros, estimando-se que a viagem de autocarro durasse aproximadamente seis horas.

Guia e motorista ficaram feridos 
No autocarro seguia um guia da empresa organizadora, que ficou ferido e estava ontem hospitalizado. O condutor pertence a uma empresa contratada (Turicorvo) para o serviço e estava no hospital de Abrantes.

35 da escola Frei Heitor Pinto 
No autocarro seguiam 35 alunos que pertencem ao Agrupamento de Escolas Frei Heitor Pinto. O diretor, Aníbal Mendes, disse que "não foi a escola a organizar a viagem, mas que irá ajudar todos os alunos".

Diretores da agência com as vítimas
Dois diretores da agência Xtravel, responsável pela organização da viagem dos finalistas, foram para o local do acidente. A agência criou um contacto de emergência para pais e alunos (926 152 740).

Alunos da escola de Belmonte feridos
Entre os alunos que seguiam no autocarro havia também estudantes da escola de Belmonte que sofreram ferimentos ligeiros. Vítor Pereira, presidente da câmara da Covilhã, vai "apoiar famílias e alunos".
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)