Fogo em prédio de Matosinhos deixa moradores em pânico

Fumo intenso obrigou a evacuar o edifício e surpreendeu cerca de 40 pessoas que dormiam.
Por José Eduardo Cação e Ana Isabel Fonseca|14.01.19

Foi uma noite de pânico. Nunca pensei ver algo do género, a não ser nos filmes", conta Carlos Valente ainda em choque com o fogo que destruiu um apartamento, no primeiro piso de um prédio de cinco andares, pelas 04h00 da manhã de ontem, na rua Nova do Seixo, em São Mamede de Infesta, Matosinhos. Oito pessoas ficaram feridas, entre as quais dois idosos, hospitalizados por inalação de fumo. O edifício teve de ser evacuado e apanhou de surpresa os cerca de 40 moradores. Um curto-circuito num frigorífico terá estado na origem do fogo, combatido por 27 bombeiros, de quatro corporações. Uma família - um casal com um filho ainda bebé - acabou por ficar desalojada.

"O meu vizinho tocou à campainha e disse que a casa dele estava a arder. Chamei a minha mulher e a minha filha e viemos para a rua", relata Carlos Valente. Alguns moradores saíram pelo próprio pé, mas outros, que viviam nos andares superiores, tiveram de descer uma autoescada. "Só pela janela do meu quarto saíram cinco pessoas", diz Vânia Fernandes.

Isolino Teques, dono do café New Academy, situado no rés do chão, foi alertado e deslocou-se até ao estabelecimento, onde acabou por prestar auxílio a moradores e bombeiros.

Entre os feridos está um polícia que, ao tentar retirar uma idosa do quarto andar, acabou por cair das escadas devido à falta de visibilidade, provocada pelo fumo intenso. A PJ tomou conta do caso e investiga.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!