Fogo volta a assustar na serra de Monchique

Difícil acesso ao local e o vento dificultaram as operações de combate às chamas.
Por Ana Palma e Tiago Griff|16.09.18
Um violento incêndio deflagrou pelas 20h50 de sexta-feira na zona da Palmeira, entre as Caldas e Monchique, numa zona que tinha escapado ao fogo que, em agosto destruiu 27 mil hectares de mato, em floresta naquele concelho e nos de Silves, Portimão e Odemira. Um bombeiro teve de ser hospitalizado.

"Este incêndio surgiu cerca de uma hora depois de os operacionais no terreno terem dominado um outro fogo a poucos quilómetros de distância", disse, ao CM, Abel Gomes, 2º comandante operacional distrital de Faro da Proteção Civil.

O ataque ‘musculado’ que chegou a mobilizar 176 operacionais e 59 viaturas de todas as corporações da região algarvia conseguiu dominar as chamas já perto das 01h00, não sem antes terem sido enfrentadas algumas dificuldades. "Era uma área complicada, que ainda não tinha sido afetada com o incêndio de agosto, com poucos acessos e muita pedra. Estava muito vento, o que também dificultou o ataque", revelou ainda Abel Gomes.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!