Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Franceses acusados de agredirem GNR ausentes durante julgamento

Primeira sessão foi adiada para 5 de junho por problemas na notificação de testemunhas.
Rui Pando Gomes 13 de Fevereiro de 2019 às 08:39
Agressões ocorreram junto à rotunda das três palmeiras, em Albufeira, no dia 4 de agosto de 2015
GNR
GNR
Agressões ocorreram junto à rotunda das três palmeiras, em Albufeira, no dia 4 de agosto de 2015
GNR
GNR
Agressões ocorreram junto à rotunda das três palmeiras, em Albufeira, no dia 4 de agosto de 2015
GNR
GNR
Os cinco jovens franceses acusados de agredirem e insultarem três militares da GNR, em Albufeira, em agosto de 2015, pediram para serem julgados na sua ausência, apurou o CM.

A primeira sessão de julgamento foi ontem adiada para dia 5 de junho devido a problemas na notificação de testemunhas.

As agressões aos militares da GNR aconteceram na madrugada do dia 4 de agosto de 2015, junto à rotunda das três palmeiras. Segundo o Ministério Público, os cinco franceses estavam inseridos num grupo que causava distúrbios na via pública.

Os jovens foram abordados pelos guardas e, quando davam início à identificação dos suspeitos, um deles terá ofendido verbalmente um dos militares.

A partir desse momento, a acusação descreve uma série de agressões levadas a cabo pelos arguidos contra os cinco guardas, incluindo empurrões, vários murros e pontapés em diversas partes do corpo, nomeadamente na face.

Três dos militares da GNR tiveram de ser assistidos no Centro de Saúde de Albufeira.

Os cinco jovens franceses, ao que o CM apurou junto da advogada de defesa, negam as agressões e consideram que "existiu um excesso de força por parte dos militares da GNR".

PORMENORES 
Hugo Ernano ferido
Um dos militares ferido foi Hugo Ernano, que esteve de baixa médica durante três meses. O advogado apresentou um pedido de indemnização civil no valor de quase 9200 euros.

Pedida indemnização
O Ministério Público pede uma indemnização de 21 403 euros, relativa a despesas hospitalares e medicamentos.

Jovens em liberdade
Os jovens estão em liberdade e respondem por crimes de resistência e coação sobre funcionário, ofensa à integridade física qualificada e injúria agravada.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)