Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Homem fica à solta por assalto com catana

Confissão, associada ao facto de não ter antecedentes criminais, funcionou como atenuante.
P.G. 1 de Dezembro de 2018 às 11:20
Arguido punido com pena suspensa
Tribunal de Coimbra
Tribunal de Coimbra
Tribunal de Coimbra
Arguido punido com pena suspensa
Tribunal de Coimbra
Tribunal de Coimbra
Tribunal de Coimbra
Arguido punido com pena suspensa
Tribunal de Coimbra
Tribunal de Coimbra
Tribunal de Coimbra
Um homem de 46 anos que, em março, assaltou uma geladaria, na Figueira da Foz, armado com uma catana e um martelo, aterrorizando as vítimas, foi esta sexta-feira condenado pelo Tribunal de Coimbra a três anos e três meses de cadeia.

A pena fica suspensa na condição de ter acompanhamento médico psiquiátrico e de fazer um tratamento à toxicodependência.

A confissão do assaltante, associada ao facto de não ter antecedentes criminais, funcionou como atenuante.

O coletivo de juízes deu também como provado que no dia em que assaltou a geladaria Emanha, tendo roubado 160 euros após destruir a caixa registadora, o arguido estava descompensado.

O homem estava em prisão preventiva mas acabou libertado logo após a leitura do acórdão.
Figueira da Foz Tribunal de Coimbra Emanha crime lei e justiça crime
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)