Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Irmãs abusadas por tio e primo

Vítimas, de 7 e 12 anos, contaram tudo na escola e pediram ajuda.
Mónica Ferreira 24 de Janeiro de 2018 às 01:30
Irmãs abusadas por tio e primo
Rapariga
Menina
Abuso sexual
Menina
Menina
Irmãs abusadas por tio e primo
Rapariga
Menina
Abuso sexual
Menina
Menina
Irmãs abusadas por tio e primo
Rapariga
Menina
Abuso sexual
Menina
Menina
Dois homens, de 53 e 20 anos, estão a ser julgados, em Penafiel, por terem abusado de duas familiares menores, irmãs, que estavam entregues aos cuidados da mulher do mais velho, tia materna das crianças, com quem residiam, em Paços de Ferreira. O arguido mais velho está acusado de um crime de coação sexual agravado e o de 20 anos responde por um crime de violação agravado.

No início do julgamento, os arguidos negaram em tribunal os factos que constam da acusação - e que remontam a 2015.

Segundo o Ministério Público, o homem mais velho, operário da construção civil emigrado em França na altura, veio a Portugal em abril, durante a época da Páscoa, e numa noite pediu à sobrinha, que tinha 12 anos, que o acompanhasse ao quarto.

Empurrou-a na direção da cama e ordenou que se deitasse. Encostou-se ao lado da menor e abusou sexualmente dela. Exigiu-lhe que não contasse o que acontecera a ninguém.

O outro arguido, primo das menores, é acusado de ter abusado da menina mais nova, de 7 anos à data dos factos, na casa da tia desta. O operário têxtil aproveitou o momento em que jogava às cartas com as irmãs, sentou a mais nova no seu colo e violou-a. Exigiu silêncio.

As meninas contaram os casos na escola e pediram ajuda à mãe (que estava presa, tal como o pai, por tráfico), durante uma visita na cadeia. A Proteção de Menores foi contactada. As menores contaram os factos às autoridades e o depoimento foi recolhido para memória futura.

O julgamento prossegue no dia 29.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)