Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Jovem agredido em Ponte de Sor já teve alta

Rúben Cavaco deixou o Hospital de Santa Maria.
2 de Setembro de 2016 às 17:41
Haider e Ridha deram uma entrevista
embaixador, iraque
Os dois irmãos, filhos do embaixador do Iraque em Lisboa
Os dois irmãos, Haider e Ridha, terão agredido o jovem de Ponte de Sor após uma rixa num bar local
Local do alegado atropelamento e agressão
O carro da embaixada que terá sido utilizado pelos dois irmãos para atropelar Rúben Cavaco
Manchas de sangue no local onde Rúben foi espancado
Rúben Cavaco foi agredido após deixar a namorada em casa
Haider e Ridha deram uma entrevista
embaixador, iraque
Os dois irmãos, filhos do embaixador do Iraque em Lisboa
Os dois irmãos, Haider e Ridha, terão agredido o jovem de Ponte de Sor após uma rixa num bar local
Local do alegado atropelamento e agressão
O carro da embaixada que terá sido utilizado pelos dois irmãos para atropelar Rúben Cavaco
Manchas de sangue no local onde Rúben foi espancado
Rúben Cavaco foi agredido após deixar a namorada em casa
Haider e Ridha deram uma entrevista
embaixador, iraque
Os dois irmãos, filhos do embaixador do Iraque em Lisboa
Os dois irmãos, Haider e Ridha, terão agredido o jovem de Ponte de Sor após uma rixa num bar local
Local do alegado atropelamento e agressão
O carro da embaixada que terá sido utilizado pelos dois irmãos para atropelar Rúben Cavaco
Manchas de sangue no local onde Rúben foi espancado
Rúben Cavaco foi agredido após deixar a namorada em casa
Rúben Cavaco, o jovem agredido pelos filhos do embaixador iraquiano em Portugal, teve alta hospitalar esta sexta-feira.

No dia 17 de agosto, Rúben Cavaco, de 15 anos, foi agredido em Ponte de Sor, no distrito de Portalegre, pelos filhos do embaixador do Iraque em Portugal, gémeos de 17 anos.

Contactado pela Lusa, o advogado de Rúben Cavaco, Santana-Maia Leonardo, acrescentou que o jovem teve alta hospitalar "durante a tarde", seguindo-se agora um período de recuperação em sua casa, em Ponte de Sor.

"O Rúben saiu há poucos momentos do hospital e já foi para casa. Os médicos foram observá-lo e disseram que ele estava em condições de ir para casa", disse.

O advogado acrescentou ainda que a Polícia Judiciária "ainda não ouviu" o testemunho de Rúben Cavaco, situação que poderá acontecer nos próximos dias.

No dia 17 de agosto, Rúben Cavaco, de 15 anos, foi agredido em Ponte de Sor, no distrito de Portalegre, pelos filhos do embaixador do Iraque em Portugal, gémeos de 17 anos.

O jovem alentejano sofreu múltiplas fraturas, tendo sido transferido no mesmo dia do centro de saúde local para o Hospital de Santa Maria, em Lisboa, onde ainda se encontra internado, tendo chegado a estar em coma induzido.

Os dois rapazes suspeitos da agressão são filhos do embaixador iraquiano em Portugal, Saad Mohammed Ali, e têm imunidade diplomática, ao abrigo da Convenção de Viena.

Entretanto, o Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE) solicitou urgência na resposta das autoridades iraquianas ao pedido de levantamento da imunidade diplomática dos filhos do embaixador do Iraque em Portugal, envolvidos nos incidentes em Ponte de Sor.

"Na sequência do pedido do levantamento da imunidade diplomática apresentado no passado dia 25 de agosto, foram já realizadas diligências junto do Ministério dos Negócios Estrangeiros em Bagdad e junto da Embaixada do Iraque em Lisboa, solicitando urgência na obtenção de uma resposta por parte das autoridades iraquianas", informou o Ministério dos Negócios Estrangeiros português.

Alem disso, o ministério tutelado por Augusto Santos Silva adianta que já tem agendada uma reunião entre os ministros dos Negócios Estrangeiros de Portugal e do Iraque, a realizar em Nova Iorque no decurso da semana ministerial da Assembleia Geral das Nações Unidas, entre os dias 19 e 23 de setembro.
Rúben Cavaco Ponte de Sor agressores Iraque Hospital de Santa Maria
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)