Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Jovem de 22 anos espancado na discoteca Urban Beach

Vítima diz ter sido agredida por cinco seguranças em Lisboa.
Miguel Curado e Ana Botto 27 de Fevereiro de 2019 às 01:30
A carregar o vídeo ...
Jovem de 22 anos espancado na discoteca Urban Beach
Um jovem de 22 anos acusa 5 seguranças da discoteca Urban Beach, em Lisboa, de o terem espancado numa zona privada daquele estabelecimento, onde alega ter estado sequestrado durante, pelo menos, 20 minutos.

Esta nova queixa de violência no Urban surge quando três ex-seguranças da discoteca estão em julgamento, no Campus de Justiça, em Lisboa, acusados do homicídio qualificado tentado de dois jovens.

Desta vez, os factos remontam à madrugada do último sábado. O queixoso conta que se deslocou à discoteca com seis amigos e que, a meio da madrugada, quando estava numa zona VIP, "reagiu ao sentir-se agarrado nas costas".

Admite ter empurrado um segurança e refere que a violência começou naquele preciso momento. O segurança imobilizou-o e, com a ajuda de mais quatro colegas, fez-lhe um mata-leão (golpe de jiu-jitsu), que o levou a desmaiar.

Arrastado para uma zona privada da discoteca, diz ter sido espancado durante cerca de 20 minutos, ficando sem o telemóvel.

A PSP foi chamada pela vítima e pelos amigos e pediu à gerência do Urban Beach as imagens da videovigilância.

PORMENORES 
Urban repudia violência
Paulo Dâmaso, administrador do Grupo K (dono do Urban Beach), disse ao CM "repudiar qualquer violência", dizendo acreditar "que a videovigilância vai esclarecer".

Segurança fala em moto
Fonte da segurança do Urban diz que o queixoso afirmou ter caído de uma moto, versão que não consta do auto policial.

Três esfaqueados
Pouco depois desta agressão, numa ocorrência não relacionada, três jovens foram esfaqueados junto à mesma discoteca.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)