Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Marinha envia 50 fuzileiros para missão no Golfo da Guiné

Fragata Álvares Cabral vai policiar mares africanos.
Lusa 14 de Março de 2017 às 11:14
Fuzileiros
Fuzileiros num exercício de 2015
A fragata Álvares Cabral
Fuzileiros
Fuzileiros num exercício de 2015
A fragata Álvares Cabral
Fuzileiros
Fuzileiros num exercício de 2015
A fragata Álvares Cabral
Mais de 50 fuzileiros vão participar, a bordo da fragata Ávares Cabral, numa missão na região do Golfo da Guiné com a duração de dois meses e que partiu da Base Naval de Lisboa, anunciou esta terça-feira a Marinha.

Segundo a Marinha, a fragata largou na segunda-feira e a missão integra-se "no contributo de Portugal para o esforço internacional de capacitação dos países do Golfo da Guiné em matéria de segurança marítima e combate às atividades ilícitas no mar".

Durante esta missão, será testado em simultâneo um novo modelo de emprego operacional, com o embarque de uma força de 50 fuzileiros, permitindo à Marinha ganhar capacidade de resposta a crises onde se torne necessária a retirada de cidadãos não combatentes ou o resgaste de civis no âmbito do apoio humanitário em caso de acidente ou catástrofe.

Durante a permanência no Golfo da Guiné, a fragata Álvares Cabral irá participar numa iniciativa promovida pelo United States Naval Forces Africa, o OBANGAME EXPRESS, exercício que visa reforçar a cooperação entre as marinhas dos países da África Ocidental e países amigos em matéria de segurança marítima.

O navio da Marinha portuguesa irá igualmente apoiar em Cabo Verde e São Tomé e Príncipe os projetos em curso de cooperação técnico-militar, onde fará ações de vigilância e patrulha conjuntas nas águas de jurisdição daqueles países, no âmbito dos acordos estabelecidos entre estados.

A fragata Álvares Cabral é comandada pelo capitão-de-fragata Gonçalves Simões, efetua esta missão com uma guarnição de 135 militares, tem embarcada uma equipa do pelotão de abordagem dos fuzileiros, uma equipa de mergulhadores e uma equipa médica.

Embarcaram igualmente três oficiais oriundos da Alemanha, Brasil e Espanha, no âmbito das relações bilaterais entre Marinhas.
fragata Ávares Cabral Golfo da Guiné Base Naval de Lisboa Portugal fuzileiros missão marinha
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)