Ministério Público quer mais tempo para investigar Hells Angels

Existência de 66 arguidos e a necessidade de fazer inúmeros exames levou o DCIAP a pedir declaração.
07.12.18
O Ministério Público quer mais seis meses para investigar o chamado caso Hells Angels. O número de detidos e de arguidos constituídos, a necessidade de se realizarem inúmeros exames periciais e o tipo de crimes em causa foram os argumentos invocados pelo procurador do Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP), Vítor Magalhães, para pedir a especial complexidade do processo antes que se esgotassem os prazos máximos de prisão preventiva, tal como pode ler-se na Sábado.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!