Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Pescador de Setúbal morre afogado

Onda virou barco de pescador.
João Carlos Rodrigues e Tânia Pires 27 de Janeiro de 2016 às 09:00
Celestino, à esquerda na foto, usava colete mas terá ficado preso
Celestino, à esquerda na foto, usava colete mas terá ficado preso FOTO: DR
Um pescador de 52 anos morreu ontem na sequência de um naufrágio em frente à praia Atlântica, em Troia. Celestino Piedade, residente na zona das Fontainhas, Setúbal, tinha saído de casa para ir apanhar chocos. Quando seguia no seu barco – um Argus 502 semicabinado registado com o nome ‘Wolf’ – uma onda de grandes dimensões virou a embarcação. Celestino usava colete salva-vidas, mas terá sofrido uma pancada ou ficado preso e não resistiu.

O corpo foi encontrado por elementos da Polícia Marítima, que entretanto tinham sido alertados para o naufrágio. O alerta inicial dava conta de que poderia haver mais vítimas, mas esta informação não se veio a confirmar. Fonte oficial da Polícia Marítima garantiu ao CM que Celestino seguia sozinho na embarcação e não havia mais vítimas deste acidente. O barco foi rebocado para as instalações da Polícia Marítima e será alvo de perícias. Celestino, que até há pouco tempo esteve emigrado na Alemanha, era casado e tinha uma filha ainda menor. Costumava sair sozinho de barco para ir apanhar chocos.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)