Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Morte de 'Simba' abre guerra com agente

Associações já lançaram petição para afastar polícia de Almada.
J.C.R. e N.N.C. 14 de Março de 2015 às 12:09
Simba, cão, abatido, donos, José Diogo Carriço, Andreia Mira
O dorso de Simba cravado de chumbo
Simba tinha cinco anos
José e Andreia têm vários cães
Simba
Donos dizem que Simba era um cão dócil
Andreia Mira e Simba
José Diogo Carriço e Simba
Os vários cães do casal
Simba morreu com uma perfuração da aorta
Simba, cão, abatido, donos, José Diogo Carriço, Andreia Mira
O dorso de Simba cravado de chumbo
Simba tinha cinco anos
José e Andreia têm vários cães
Simba
Donos dizem que Simba era um cão dócil
Andreia Mira e Simba
José Diogo Carriço e Simba
Os vários cães do casal
Simba morreu com uma perfuração da aorta
Simba, cão, abatido, donos, José Diogo Carriço, Andreia Mira
O dorso de Simba cravado de chumbo
Simba tinha cinco anos
José e Andreia têm vários cães
Simba
Donos dizem que Simba era um cão dócil
Andreia Mira e Simba
José Diogo Carriço e Simba
Os vários cães do casal
Simba morreu com uma perfuração da aorta

Um comentário nas redes sociais feito por um agente da PSP de Almada sobre a morte de ‘Simba’, o cão morto a tiro em Monsanto, Idanha-a-Nova, está a provocar reações violentas na internet. A Associação Portuguesa dos Direitos dos Animais e do Ambiente e o partido Pessoas Animais e Natureza (PAN) vão avançar com queixas para afastar o polícia.

Após o lançamento de uma petição apelando à punição do responsável pela morte de ‘Simba, Marco Correia afirmou no Facebook que "se fosse uma pessoa tinha menos partilhas e petições". As críticas surgiram logo a seguir e o agente acrescentou: "É por mer*** destas que somos um país de mer***. Quando estiver a ser assaltada ou violada, chame o cão."

Simba, de raça leão-da-rodésia, tinha cinco anos e foi abatido a tiro no último sábado (7 de fevereiro), em Monsanto, Idanha-a-Nova, por um vizinho do casal, que disse à GNR ter dado dois tiros para o ar, uma versão contrariada pelos resultados da autópsia, relatados por José Diogo Carriço, dono do cão, ao CM.

Mais portugueses solidários

Depois de conhecido este caso, alguém, que Andreia e José Diogo desconhecem, criou uma petição pública dirigida ao primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, ao Partido pelos Animais e pela Natureza e ao Ministério do Ambiente, para que seja feita justiça no caso da morte de Simba. Até às 12h00 deste sábado, a petição contava já com mais de 117 mil assinaturas.

Apesar da onda de solidariedade, Andreia Mira admite que não tem sido fácil lidar com todo o mediatismo que o "desabafo" do marido, nas redes sociais, gerou.

morte Simba agente PSP Almada Associação Portuguesa dos Direitos dos Animais e do Ambiente Facebook
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)