Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Óleo do motor faz avioneta cair em Ponte de Sor

Aeronave aterrou num terreno e capotou de seguida.
João Carlos Rodrigues 11 de Junho de 2018 às 08:07
Avioneta cai em Ponte de Sor
Avioneta cai em Ponte de Sor
Avioneta cai em Ponte de Sor
Avioneta cai em Ponte de Sor
Avioneta cai em Ponte de Sor
Avioneta cai em Ponte de Sor
Uma paragem total de motor por sobreaquecimento do óleo foi a causa da queda do XA42 – um Fórmula 1 dos céus muito popular em corridas e acrobacias – pilotado por Scott Farnsworth em Ponte de Sor, a 27 de maio.

E terá sido depois a perícia da estrela norte- -americana que evitou a morte do piloto e do passageiro que fazia o seu batismo de voo.

Segundo o relatório preliminar do Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves e Acidentes Ferroviários (GPIAAF), "o voo do acidente começou durante o cruzeiro entre 2500/3000 pés [760/1000 metros] sobre a barragem de Montargil, tendo o motor repentinamente tido uma indicação de temperatura alta".

"O piloto tentou manter o motor em funcionamento, contudo a temperatura do óleo continuou a subir. Após o ‘in-flight shutdown’ (paragem do motor em voo), o piloto optou por aterrar o avião num campo agrícola, informou o passageiro do procedimento de aterragem de emergência e declarou a emergência (MAYDAY)", pode ler-se no documento.

O relatório acrescenta que após tocar no solo, "num terreno macio que estava a ser preparado para plantação", a aeronave "derrapou cerca de 20 metros".

O aparelho ficou virado ao contrário, mas o piloto saiu pelos próprios meios. O passageiro "saiu do avião com a ajuda de um trator agrícola que levantou a asa direita para que pudesse sair". O motor do XA42, que estava a participar no Portugal Air Summit, tinha sido inspecionado há um mês.
Ponte de Sor XA42 Aeronaves Acidentes Ferroviários transportes aviação acidentes e desastres
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)