Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Polícia investiga morte suspeita

Vítima, de 51 anos, foi encontrada já sem vida, em casa, com uma faca espetada no peito.
Ana Sofia Carvalho e Tânia Laranjo 16 de Maio de 2015 às 12:14
Maria Esteves estava inconsolável com a morte da filha Isabel (foto pequena), de 51 anos
Maria Esteves estava inconsolável com a morte da filha Isabel (foto pequena), de 51 anos FOTO: DR
Todas as hipóteses estão em aberto na investigação da Polícia Judiciária de Braga à morte de Isabel Esteves, de 51 anos, em Arcos de Valdevez. Depois dos resultados inconclusivos da autópsia, realizada ontem, as autoridades não afastam qualquer das possibilidades: acidente, homicídio ou suicídio. O marido, Paulo Oliveira, esteve durante o dia de ontem a ser ouvido nas instalações da Judiciária, em Braga, e acabou por ir para casa ao final da tarde.

Uma facada foi fatal para a mulher, encontrada com a faca no peito, em casa, no lugar de Reboreda, em Rio de Moinhos, Arcos de Valdevez. O alerta foi dado pelo marido, que chamou GNR e INEM, pouco faltava para a meia-noite desta sexta-feira. Disse às autoridades que foi a própria mulher a desferir o golpe. "Esteve comigo ontem, estava feliz," contou a mãe Maria Esteves. Apesar de o casal estar referenciado por problemas de alcoolismo, a noticia foi recebida em Reboreda com surpresa.
Polícia Judiciária de Braga autópsia Arcos de Valdevez facada GNR INEM crime lei e justiça polícia morte
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)