Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Sai da cadeia para aterrorizar a mãe em Castro Daire

Cumpriu 16 anos de prisão por abusos e continuou no crime.
Luís Oliveira 31 de Março de 2019 às 10:44
Idosa
Idosa a usar computador
Computador
Idosa
Idosa
Idosa
Idosa a usar computador
Computador
Idosa
Idosa
Idosa
Idosa a usar computador
Computador
Idosa
Idosa
Um homem que cumpriu 16 anos de prisão por crimes de abuso sexual de crianças foi novamente detido. É suspeito, desta vez, de agredir, injuriar e ameaçar de morte a mãe, de 77 anos, em Castro Daire. Levado a tribunal, ficou em prisão preventiva.

Segundo fonte da GNR de Viseu, o homem, de 56 anos, aterrorizava a mãe desde que saiu da cadeia, em 2016. Após denúncia para o posto de que a idosa vivia em pânico às mãos do filho, a GNR procedeu a diligências e viria a confirmar a veracidade da denúncia. O cadastrado injuriava e ameaçava a mãe de morte com recurso a uma arma branca.

"As agressões tiveram início há cerca de três anos, quando o agressor foi viver para casa da mãe", reforça a GNR de Viseu.
Segundo apurou o CM, a vítima sofreu em silêncio e muitas vezes desculpabilizava as atitudes do filho violento.

O homem foi detido pela GNR fora de flagrante delito e presente a um juiz do Tribunal de Castro Daire, que lhe decretou prisão preventiva.

A GNR de Viseu deteve um segundo agressor, de 32 anos, suspeito de ameaçar e injuriar ambos os pais, de 58 e 62 anos. Exercia também coação psicológica sobre os familiares. O homem aterrorizava a vida dos progenitores com comportamento agressivo e de contínuas ameaças.

O agressor foi capturado pela GNR e presente a um juiz do Tribunal de Viseu para primeiro interrogatório judicial. Recolheu à cadeia da cidade em regime de prisão preventiva.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)