SOS Sado denuncia obra ao comandante do Porto de Setúbal

Obra de destruição da parte submersa da Pedra Furada afeta comunidade de roazes.
Por Sofia Garcia|16.04.19
A obra de destruição da parte submersa da Pedra Furada de Setúbal, no âmbito das obras de dragagens para ampliação do Porto de Setúbal, continua a gerar polémica.

Depois de os trabalhos da Administração dos Portos de Setúbal e Sesimbra terem sido denunciados pela Associação SOS Sado, na semana passada, o movimento cívico apresentou esta segunda-feira queixa formal ao comandante do Porto de Setúbal.

Segundo a associação, as obras são ilegais e prejudiciais para a comunidade de roazes corvineiros do Sado.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!