Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Tortura e mata mãe após festa de aniversário em Palmela

Mulher de 86 anos foi espancada durante horas.
Sofia Garcia 29 de Outubro de 2018 às 08:38
Idosa
Idosa
Idosa
Idosa
Idosa
Idosa
Idosa
Idosa
Idosa
Idosa
Idosa
Idosa
O Ministério Público (MP) deduziu acusação contra o homem que a 22 de abril deste ano matou a mãe com a justificação de livrá-la de uma entidade ligada ao Diabo.

Naquilo que o arguido descreve como sendo uma espécie de exorcismo, o MP explica que Luís Xavier passou longas horas a submeter a mãe a maus-tratos físicos que culminaram com a morte da idosa.

As agressões envolveram pontapés na cara e na cabeça.

O espancamento brutal aconteceu horas depois de a vítima, Albertina Xavier, e o marido, acamado com um cancro no estômago, receberem em casa, no Pinhal Novo, em Palmela, a filha e o genro juntamente com Luís Xavier, para celebrarem os 86 anos da idosa.

A irmã e o cunhado deixaram a casa dos pais após as celebrações e o arguido acabou por pernoitar na habitação dando início, pouco depois, ao ataque.

Após a morte da idosa, concluiu a investigação, o homicida espetou uma caneta no pescoço da mãe e perfurou-lhe ainda os olhos, com o auxílio dos mesmos objetos.

A acusação conclui que Luís Xavier agiu consciente do que estava a fazer e do profundo sofrimento físico que causava à mãe.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)