Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Transexual vinga à facada calote de cliente

Portuguesa ataca dois homens que recusaram pagar sexo.
Sérgio A. Vitorino 29 de Setembro de 2016 às 01:45
Transexual portuguesa agiu em legítima defesa, segundo a polícia local
Transexual portuguesa agiu em legítima defesa, segundo a polícia local FOTO: Leonhard Foeger / Reuters
Uma transexual portuguesa esfaqueou dois homens que não quiseram pagar o serviço sexual e tentaram roubar a prostituta com quem divide a casa. A emigrante em Foggia, sul de Itália, enfrentou os dois caloteiros e fê-los fugir. A polícia não a vai processar criminalmente, considerando o caso como legítima defesa.

Segundo explicou ao CM fonte da polícia local, tudo se passou na noite de terça-feira.

A transexual portuguesa, de 35 anos, divide o apartamento com uma prostituta colombiana. Esta recebeu dois clientes, italianos de 30 anos com quem combinou através da internet, que no final se recusaram a pagar.

"Deu-se uma luta em que a colombiana pediu ajuda à portuguesa. Esta pegou numa faca para se defender e terá golpeado os dois homens, que ainda as tentaram assaltar", descreveu a polícia.

Os homens já estão identificados após a transexual ter ajudado a fazer um retrato-robô.
Transexual cliente ataque sexo
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)