Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

TST abre inquérito interno a autocarro "avariado" que se despistou em Setúbal

Viatura sem condutor embateu num edifício na Avenida São Francisco Xavier.
Lusa 28 de Agosto de 2019 às 14:03
Autocarro desgovernado abalroa seis carros em Setúbal
Autocarro desgovernado abalroa seis carros em Setúbal
Autocarro desgovernado abalroa seis carros em Setúbal
Autocarro desgovernado abalroa seis carros em Setúbal
Autocarro desgovernado abalroa seis carros em Setúbal
Autocarro desgovernado abalroa seis carros em Setúbal
Autocarro desgovernado abalroa seis carros em Setúbal
Autocarro desgovernado abalroa seis carros em Setúbal
Autocarro desgovernado abalroa seis carros em Setúbal
Autocarro desgovernado abalroa seis carros em Setúbal
Autocarro desgovernado abalroa seis carros em Setúbal
Autocarro desgovernado abalroa seis carros em Setúbal
Autocarro desgovernado abalroa seis carros em Setúbal
Autocarro desgovernado abalroa seis carros em Setúbal
Autocarro desgovernado abalroa seis carros em Setúbal

A empresa Transportes Sul do Tejo (TST) disse esta quarta-feira que o autocarro que embateu num edifício em Setúbal estava imobilizado e identificado como "avariado", adiantando que foi instaurado um inquérito interno para apurar a causa do acidente.

Em resposta à agência Lusa, a TST informou que a empresa "abriu um inquérito interno e está, simultaneamente, a colaborar com as autoridades competentes na realização das investigações, para apurar as causas deste acidente", referindo que estão a ser reunidas todas as informações sobre o caso.

De acordo com a empresa de transportes públicos coletivos, que opera na Península de Setúbal, o acidente com o autocarro ocorreu esta quarta-feira, às 09h21, na Avenida São Francisco Xavier, em Setúbal, e "não resultaram quaisquer feridos".

"O autocarro, que ao início da manhã realizava a carreira 608, no percurso Viso - CheSetúbal, teve uma avaria às 07h42. O veículo ficou imobilizado, vazio, desligado e com as portas fechadas na paragem localizada junto à farmácia do Viso, estando identificado no exterior como avariado", avançou a TST, acrescentando que, cerca de um hora e 40 minutos depois, às 09h21, o autocarro desceu a referida avenida, "causando danos a oito veículos e embatendo num edifício".

Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) indicou que o alerta para o acidente com o autocarro da TST, em Setúbal, que não causou vítimas, foi dado às 09:24.

Às 10h00 estavam no local 18 operacionais de socorro, com o apoio de oito viaturas.

Um das testemunhas do acidente, Nuno Rodrigues, relatou à Lusa que "o autocarro estava parado desde as 07:30 da manhã, presumivelmente, devido a uma avaria, porque tinha o triângulo de sinalização atrás", e, "por razões desconhecidas", começou a deslizar pela Avenida São Francisco Xavier.

Nuno Rodrigues referiu ainda que o autocarro "embateu inicialmente num separador da avenida e, depois, foi embatendo, sucessivamente, em diversas viaturas e num muro, acabando por se imobilizar ao embater na entrada de um prédio de nove pisos".

A Avenida São Francisco Xavier é bastante íngreme mas, apesar de o autocarro ter percorrido centenas de metros desgovernado, sem condutor e sem passageiros, provocou apenas danos materiais, sem registar vítimas.

Como constatou a Lusa no local do acidente, pelas 12h40, os funcionários da empresa TST, apoiados por elementos da Câmara Municipal de Setúbal, estavam a trabalhar na remoção do autocarro e na limpeza da via, assim como na recolha de elementos sobre as razões do acidente.

Apesar de se registarem constrangimentos, o trânsito na Avenida São Francisco Xavier circula nos dois sentidos.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)