Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Twiggy horrorizada com magreza excessiva

Mesmo os menos conhecedores de moda já ouviram falar de Twiggy, de seu nome verdadeiro Lesley Hornby, a primeira ‘top model’ do Mundo e ícone dos anos 60. Excessivamente magra, baixa, de cabelo curto, olhos enormes e pestanas longas, realçadas por várias camadas de rímel, Twiggy marcou uma geração com os seus 1,57 m e 43 quilos.
20 de Novembro de 2006 às 00:00
Hoje, essa mesma mulher, que lançou a moda das ‘excessivamente magras’, diz-se “horrorizada” com a tendência para o denominado ‘tamanho zero’ e aponta o dedo às actrizes de Hollywood. “Defendem o fim das anorécticas, mas são o pior dos exemplos. Enquanto muitas modelos são naturalmente magras, essas jovens fazem dietas extremas para a alcançar”, afirmou. “O rosto encovado e os braços esqueléticos são horríveis. É assustador pensar que as adolescentes estão obcecadas em ser como elas”, acrescentou.
As declarações, feitas pela ex-modelo ao jornal britânico ‘Daily Mail’, surgiram depois de, na semana passada, duas jovens brasileiras terem morrido vítimas de anorexia.
Curiosamente, foi a aparência frágil de Twiggy, quase andrógina, que combateu o padrão de beleza feminina dos anos 50, em que dominavam as mulheres voluptuosas como Marilyn Monroe. No entanto, Twiggy defende: “Eu era muito magra, mas essa era a minha estrutura natural, estava nos meus genes.”
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)