Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Velocidade mata emigrante português na Suíça

Camionista de 52 anos embateu a mais de 100 km/hora.
Liliana Rodrigues 6 de Janeiro de 2020 às 08:04
Velocidade mata emigrante português na Suíça
Velocidade mata emigrante português na Suíça
Velocidade mata emigrante português na Suíça
Velocidade mata emigrante português na Suíça
Velocidade mata emigrante português na Suíça
Velocidade mata emigrante português na Suíça
Um emigrante português morreu num violento acidente de carro na Suíça, no sábado à noite. Tratar-se-á de um camionista de 52 anos, era natural de Relva, em Castro Daire, mas, de acordo com a família, ainda não há confirmação oficial uma vez que o corpo se encontrará desfigurado. Devido ao violento embate, teve de ser desencarcerado, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

O acidente aconteceu pelas 20h30 de sábado (19h30 em Portugal continental), em Aarburg, no cantão alemão de Argóvia. Segundo a polícia local, o emigrante seguia sozinho num Mercedes topo de gama a uma velocidade superior a 100 quilómetros por hora, no interior da pequena localidade.

"O carro colidiu com a parede de uma casa, embateu numa escada e numa varanda, tendo sido projetado de novo para a estrada", escreveu este domingo a comunicação social suíça sobre o brutal acidente.

Em comunicado, a polícia dá conta de que o carro tinha saído da estação de comboios e embateu quase de imediato numa habitação junto à estrada. A mesma fonte sublinha que a vítima tinha um traumatismo cranioencefálico grave e não resistiu aos ferimentos apesar da rápida intervenção dos meios de socorro.

As autoridades suíças já abriram um inquérito para apurar as causas do violento acidente e solicitam a ajuda de possíveis testemunhas para poderem esclarecer o caso.

A vítima trabalharia na Suíça há já alguns anos. O homem era solteiro e não tinha filhos.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)