Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Helicópteros Kamov abandonados em hangar enquanto País ardia

Seis helicópteros Kamov aguardam reparação e a CMTV teve acesso às imagens.
9 de Janeiro de 2019 às 18:14
A carregar o vídeo ...
Imagens mostram seis helicópteros Kamov abandonados durante incêndios em Portugal
Seis helicópteros Kamov aguardam reparação e a CMTV teve acesso às imagens que o comprovam. Enquanto o País esteve a arder e precisou de ajuda, os pesados estavam abandonados num Hangar de Ponte de Sor.

São helicópteros do Estado ligados à Proteção Civil e estão parados há mais de um ano. Não têm quem os possa gerir ou operar, nem sequer existe um concurso internacional para o aluguer de outros para a época de incêndios deste ano. As imagens a que a CMTV teve acesso mostram as aeronaves paradas, desmanteladas, com motores e transmissões no chão, sem qualquer preservação, praticamente ao abandono. Estes pesados russos, estão no centro de meios aéreos de Ponte de Sor; num hangar que mais parece uma sucata.

Dos seis Kamov, um - tapado com um pano verde - teve um acidente grave em 2012 e a reparação dificilmente será realizada, devido aos elevados custos; outros dois sofreram avarias em 2015 e 2016; os restantes três – sem voar desde 2017 e início de 2018 – foram obrigados a parar devido a uma peça fundamental ter atingido o prazo de vida e nunca ter sido substituída.

São helicópteros do Estado, pagos pelos contribuintes, comprados em 2006 que não podem ser utilizados pela Autoridade Nacional de Protecção Civil, por questões jurídicas e indefinições contratuais. Gastaram-se milhões de euros no aluguer das aeronaves, outros milhares podiam ter sido exigidos à Everjets, empresa que tinha a gestão desses helicópteros, mas nada foi feito.

Um negócio de milhões prejudicial ao Estado e aos portugueses que todos os anos veem o País a arder enquanto os helicópteros estão assim: em terra, desmantelados, sem poderem voar, uma sucata.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)