Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
6

Inundações e queda de árvores. Mau tempo faz estragos nos Açores

Chuva e vento forte já provocaram 36 ocorrências. Nove pessoas tiveram de ser realojadas.
16 de Junho de 2019 às 23:34
A carregar o vídeo ...
Segundo o IPMA alerta deve-se à chuva e vento fortes.
Nove pessoas tiveram de ser realojadas na ilha Terceira, no domingo, devido ao mau tempo que está a afetar os grupos central e oriental dos Açores, informou o Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores (SRPCBA).

De acordo com uma nota do Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores (SRPCBA), a ilha onde se verificaram mais ocorrências foi a Terceira, com 33 casos, "sobretudo inundações de habitações e de vias, transbordos de cursos de água e quedas de árvore".

"Na zona oeste da ilha Terceira, entre as freguesias de São Bartolomeu e das Doze Ribeiras, houve necessidade de realojar nove pessoas, situação resolvida pelo Serviço Municipal de Proteção Civil de Angra do Heroísmo e pelo Instituto de Segurança Social dos Açores (ISSA)", é referido no comunicado.

A maioria dos danos registou-se no concelho de Angra do Heroísmo, com 30 ocorrências, sendo que as restantes três aconteceram no concelho da Praia da Vitória.

Os avisos amarelos emitidos para os grupos oriental e central do arquipélago dos Açores, devido a chuva e vento fortes, foram prolongados até às 09h00 de segunda-feira, informou o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Segundo um comunicado do IPMA, para o grupo oriental, constituído pelas ilhas de São Miguel e Santa Maria, prevê-se precipitação por vezes forte e acompanhada por trovoada, bem como vento forte com direção de oeste a rodar para noroeste entre as 21h00 deste domingo e as 09h00 de segunda-feira.

Já para o grupo central, o aviso compreende o mesmo período, mas diz respeito apenas a chuva forte e trovoada.

O grupo formado pelas ilhas da Terceira, Graciosa, S. Jorge, Faial e Pico esteve sob aviso laranja até às 21h00.

O aviso amarelo é o segundo menos grave e é emitido quando as condições meteorológicas representam um "risco para determinadas atividades".

O Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores recomenda medidas de autoproteção, como limpar os sistemas de drenagem ou evitar circular nas estradas sem necessidade.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)