Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
9

22 refugiados já estão no País

Maior parte dos imigrantes seguiu para Penela.
Bruno de Castro Ferreira e Cátia Vicente 8 de Novembro de 2015 às 01:00
Grupo de 22 pessoas acaba de chegar.
Chegaram cansados, mas esperançados de que Portugal signifique o recomeço de uma nova vida. Os primeiros 22 refugiados de um grupo de 44 chegaram no sábado a Lisboa: os restantes devem aterrar hoje no aeroporto da Portela. Fazem parte do Programa Nacional de Reinstalação, em colaboração com a ONU.

Oriundos do Egito, via Alemanha, traziam a maior parte dos pertences em sacos de plástico e as mulheres vestiam o nicabe, o traje típico muçulmano. Do contingente fazem parte 13 adultos, sete crianças com menos de 12 anos, e dois bebés. À espera estava a ministra da Cultura, Igualdade e Cidadania. "A nossa expectativa é de que as pessoas encontrem em Portugal um porto seguro, paz e estabilidade", disse Teresa Morais. "Queremos promover a integração das crianças, de imediato, no sistema educativo, a aprendizagem da língua portuguesa e a inserção em programas de formação e acesso ao mercado de trabalho", frisou.

Depois da curta cerimónia de boas-vindas no aeroporto de Lisboa, os 22 refugiados, de nacionalidade síria, eritreia e sudanesa, seguiram para as instituições de acolhimento. A maioria seguiu para Penela, para o recém-inaugurado centro de acolhimento. Os restantes ficam em Lisboa e Sintra.

Este grupo ainda não faz parte dos 4500 refugiados que Portugal vai receber no âmbito da crise migratória. O diretor do SEF, António Beça Pereira, e a ministra anunciaram que Portugal tem tudo pronto desde o dia 28 de setembro, mas que a burocracia europeia impediu que os refugiados chegassem mais cedo. Até ao fim do mês virá um grupo de 30 refugiados, oriundos de Itália.

Clique para aceder à rubrica com a opinião de Octávio Ribeiro, diretor do CM, sobre este tema:Causa nacional


Portugal refugiados imigrantes migrantes Penela Lisboa Sintra
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)