Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
4

Cerca de 2.000 jovens manifestam-se em Lisboa contra a precariedade

Grupo partiu do Cais do Sodré rumo à Assembleia da República.
28 de Março de 2018 às 17:00
Arménio Carlos
Arménio Carlos
Arménio Carlos
Governo dispensa tradução e certificação de documentos emitidos no estrangeiro
Arménio Carlos
Arménio Carlos
Arménio Carlos
Governo dispensa tradução e certificação de documentos emitidos no estrangeiro
Arménio Carlos
Arménio Carlos
Arménio Carlos
Governo dispensa tradução e certificação de documentos emitidos no estrangeiro
Perto de 2.000 pessoas participam esta tarde na manifestação nacional contra a precariedade e os baixos salários dos jovens trabalhadores, organizada pela CGTP, que partiu cerca das 15h30 do Cais do Sodré rumo à Assembleia da República.

"É preciso que isto mude! Emprego para a juventude!" ou "O Governo tem de optar! Precariedade é para acabar!" são algumas das palavras de ordem entoadas pelos manifestantes, que assinalam assim o Dia Nacional da Juventude.

Segundo fonte policial à Lusa, são cerca de 1.700 os participantes, enquanto a organização aponta para entre 2 mil a 2500 pessoas.

A manifestação ocorre numa altura em que se discutem na Concertação Social as propostas do Governo de combate à precariedade, entre as quais a redução da duração máxima dos contratos a termo de três para dois anos e menor margem para renovações, bem como a criação de uma taxa a aplicar sobre as empresas que abusem deste tipo de contratação.

A CGTP classificou as medidas como "meros paliativos", considerando, por outro lado, positiva a eliminação da norma que permite a contratação a termo para postos de trabalho permanentes de jovens à procura do primeiro emprego e desempregados de longa duração.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)