Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
8

Da apanha do mexilhão à Queima de Judas: as tradições da Semana Santa em Portugal

Ovos da Páscoa, amêndoas e prendas aos afilhados são algumas das rotinas mantidas pelos portugueses.
19 de Abril de 2019 às 13:24
Ovos da Páscoa
Queima de Judas em Montalegre
Ovos da Páscoa
Queima de Judas em Montalegre
Ovos da Páscoa
Queima de Judas em Montalegre
A Semana Santa é marcada por várias festividades e tradições em Portugal. O folar, a apanha do mexilhão e o ovo da Páscoa para oferecer aos afilhados são pontos que se mantêm na memória dos portugueses.

Minho
No Minho uma das grandes tradições é o Compasso. O crucifixo percorre as povoações nas mãos do padre que é acompanhado por várias pessoas. O objetivo é benzer as casas e são normalmente recebidos com folar ou cabrito.

Também em Ponte de Lima e Viana do Castelo se mantém a tradição do Jantar do Mordomo da Cruz. Consiste num jantar em que a freguesia elege um mordomo cuja tarefa é transportar a cruz e oferecer o almoço aos populares.

Braga
Há várias celebrações em Braga que se mantêm durante toda a Semana Santa. A Vigília Pascal e a Procissão da Ressurreição, na noite de sábado para domingo, são o ponto alto da semana.

Óbidos
A Quaresma começa sempre com a Procissão da Ordem Terceira em que vários andores são decorados com flores. Na sexta-feira Santa a Procissão do Enterro do Senhor e no domingo de Páscoa a Procissão Eucarística são as cerimónias mais marcantes que juntam várias paróquias.

Montalegre
Na Semana Santa a tradição religiosa é aliada a momentos de sátira e humor. O fogo é utilizado como símbolo da luta do homem contra as trevas. A Queima de Judas consiste na queima de um boneco de palha para expressar a luta contra o mal.

Entre-os-Rios e Torrão
As margens dos rios Tâmega e Douro são enfeitadas com velas e iluminam a procissão do Senhor dos Passos. A eletricidade da cidade é cortada e a iluminação é feita com velas.

Sintra
Todos os anos na altura da Páscoa as praias de Sintra - principalmente a praia do Magoito - recebe as famílias que se juntam para apanhar o mexilhão. 

Não se sabe ao certo como surgiu a tradição mas é possível que venha do costume de não se comer carne neste dia.

As pessoas levam baldes e sacos de plástico e junto de amigos e familiares apanham os mexilhões quando a maré começa a vazar.
Semana Santa Portugal Quaresma Compasso Jantar do Mordomo Óbidos Ponte de Lima Viana do Castelo
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)