Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
4

Dormir pouco aumenta risco de diabetes

Cerca de 13,1% da população sofre desta doença.
13 de Novembro de 2015 às 14:32
Uma das recomendações é o reforço do rastreio sistemático da diabetes
Uma das recomendações é o reforço do rastreio sistemático da diabetes FOTO: iStockphoto
O presidente da Associação Portuguesa de Cronobiologia e Medicina do Sono (APCMS), Miguel Meira e Cruz, alertou esta sexta-feira que dormir pouco ou mal pode aumentar o risco de desenvolver diabetes.

O alerta da associação surge na véspera de se assinalar O Dia Mundial da Diabetes, uma doença cuja prevalência voltou a aumentar em Portugal em 2014, atingindo 13,1% da população, mais de um milhão de portugueses, a que se juntam mais de dois milhões de pessoas com pré-diabetes, segundo o relatório "Factos e Números da Diabetes do Observatório Nacional de 2014".

Em declarações à agência Lusa, a propósito da data, Miguel Meira e Cruz afirmou que existe alguma evidência de que os doentes com sono mais curto (menos de seis horas) têm "uma maior prevalência de problemas relacionados com o metabolismo glicémico".

"É um risco a privação do sono, seja voluntária ou causada por outras doenças do sono", como a apneia obstrutiva do sono ou as insónias", disse o especialista.

Lembrou que a diabetes é responsável por quase 9% da mortalidade por todas as causas no mundo, sendo que em Portugal é de cerca de 4,5%.
presidente da Associação Portuguesa de Cronobiologia e Medicina do Sono O Dia Mundial da Diabetes doenças
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)