Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
2

Fenprof quer reunião com Ministério da Educação

Em causa estão problemas com colocação de professores.
Lusa 29 de Agosto de 2017 às 19:32
Educação
Educação
O ano letivo inicia-se esta quinta-feira, mas a maioria das escolas só abre no dia 15
Educação
Educação
O ano letivo inicia-se esta quinta-feira, mas a maioria das escolas só abre no dia 15
Educação
Educação
O ano letivo inicia-se esta quinta-feira, mas a maioria das escolas só abre no dia 15
A Federação Nacional de Professores, Fenprof, insistiu esta terça-feira junto do Ministério da Educação para se agendar uma reunião na quarta-feira, para "resolver ou atenuar" problemas com a colocação de professores.

A pouco mais de uma semana do início do ano letivo, a Fenprof quer discutir com o Ministério da Educação questões como a não vinculação de professores por alegada falta de vaga no Concurso de Integração Extraordinário, ou a não atribuição de horários incompletos a docentes dos quadros.

Em comunicado a estrutura sindical diz que quer ainda discutir temas como "o problema da (não) renovação dos contratos de docentes e intérpretes de Língua Gestual Portuguesa", a ausência de resposta a docentes que regularizam processos relativos à mobilidade por doença, ou o problema de mais de 2.300 professores que se mantêm em situação de "horário zero".

Considera a Fenprof "que esta fase que precede a apresentação dos professores nas suas escolas e agrupamentos é tempo útil para ainda resolver ou, no mínimo, atenuar alguns dos problemas que se estão a verificar, o que impõe a realização da reunião solicitada".
Ver comentários
C-Studio