Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
4

Mais de 1.200 profissionais vacinados contra a Covid-19 no Centro Hospitalar Lisboa Central

O processo de vacinação decorreu entre as 10h30 e as 21h30 em 16 postos criados para o efeito no Hospital de São José e no do Curry Cabral.
Lusa 28 de Dezembro de 2020 às 00:12
Início do plano de vacinação contra o Covid-19 no Hospital Curry Cabral
Início do plano de vacinação contra o Covid-19 no Hospital Curry Cabral
Início do plano de vacinação contra o Covid-19 no Hospital Curry Cabral
Início do plano de vacinação contra o Covid-19 no Hospital Curry Cabral
Início do plano de vacinação contra o Covid-19 no Hospital Curry Cabral
Início do plano de vacinação contra o Covid-19 no Hospital Curry Cabral
Início do plano de vacinação contra o Covid-19 no Hospital Curry Cabral
Início do plano de vacinação contra o Covid-19 no Hospital Curry Cabral
Início do plano de vacinação contra o Covid-19 no Hospital Curry Cabral
Início do plano de vacinação contra o Covid-19 no Hospital Curry Cabral
Início do plano de vacinação contra o Covid-19 no Hospital Curry Cabral
Início do plano de vacinação contra o Covid-19 no Hospital Curry Cabral
Mais de 1.200 profissionais do Centro Hospitalar Universitário de Lisboa Central (CHULC) foram este domingo vacinados no primeiro dia do plano nacional de vacinação contra a covid-19, segundo um balanço feito por esta entidade à agência Lusa.

De acordo com o balanço feito pelo CHULC, que abrange os Hospitais de São José, Capuchos, Santa Marta, Dona Estefânia, Curry Cabral e a Maternidade Alfredo da Costa, foram vacinados este domingo 1.241 profissionais de Saúde

O processo de vacinação decorreu entre as 10:30 e as 21:30 em 16 postos criados para o efeito no Hospital de São José e no do Curry Cabral.

Segundo a mesma fonte, para segunda-feira está agendada a vacinação de mais 831 profissionais de Saúde.

Numa declaração enviada à Lusa, a presidente do CHULC, Rosa Matos, disse que "o processo de vacinação decorreu com muita serenidade, num verdadeiro trabalho de equipa e de entrega, de profissionais para profissionais".

"Mobilizámos dezenas de profissionais na preparação e execução deste plano que termina na terça feira. Este domingo registou-se o maior volume de doses administradas. É um dia importante para os profissionais que cumprem, de forma resiliente, a sua missão", acrescentou.

Questionada por jornalistas ao início da noite sobre a existência de efeitos secundários nos profissionais que tomaram a vacina, a presidente do CHLC deu conta de algumas "reações de ansiedade no São José", mas ressalvou que "não foi nada de significativo".

"Isso é normal em algumas pessoas. Nada que seja necessário fazer referência pois foram pequenas coisas em uma ou duas pessoas", apontou.

Rosa Matos referiu ainda que "o maior volume de vacinação decorreu durante o dia de hoje" e que na terça-feira serão vacinados os profissionais de Saúde que não puderam estar presentes este domingo e que não poderão estar na segunda-feira.

Por seu turno, numa informação publicada na sua página do 'Facebook', fonte do Centro Hospitalar Lisboa Norte (CHLN), que inclui os Hospitais de Santa Maria e Pulido Valente, deu conta que ali foram vacinados este domingo 515 profissionais de Saúde.

"Um número muito acima do planeado para este domingo, o que demonstra a eficácia das nossas equipas e a adesão dos profissionais", pode ler-se na publicação.

Sábado chegou a Portugal um primeiro lote com 9.750 vacinas, desenvolvidas pela Pfizer-BioNTech, destinado aos profissionais de saúde dos centros hospitalares universitários do Porto, São João, Coimbra, Lisboa Norte e Lisboa Central.

O primeiro lote de vacinas será reforçado com a antecipação da entrega de mais 70.200 doses, que têm chegada prevista para segunda-feira, elevando o total disponível para administração até ao final do ano para 79.950 vacinas, segundo o Ministério da Saúde.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.758.026 mortos resultantes de mais de 80,2 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 6.619 pessoas dos 394.573 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Covid-19 Centro Hospitalar Universitário de Lisboa Central CHULC Saúde Hospitais de São José
Ver comentários