Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
9

Matilde nasceu numa ambulância dos bombeiros de Moura

Bebé não quis esperar pela chegada ao Hospital de Beja, que fica a 60 quilómetros da cidade alentejana.
João Saramago 24 de Janeiro de 2019 às 19:43
Bombeiros de Moura fizeram parto a bodo de ambulância
Bombeiros de Moura fizeram parto a bodo de ambulância FOTO: Facebook/Bombeiros de Moura

"Uma grande alegria!": são as palavras do bombeiro José Gonçalo, 25 anos, ao descrever o parto a que assistiu esta quinta-feira pelas 5h41 na ambulância da Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Moura.   

Os bombeiros José Gonçalo e André Ribeiro foram chamados a casa da parturiente, Ana Isabel, pelas 4h40 desta quinta-feira.

A ambulância seguiu então de Moura para o Hospital de Beja, unidade de referência, localizado a cerca de 60 quilómetros de Moura.

Uma hora depois na freguesia de São Matias, a cerca de cinco quilómetros de Beja, "a mãe começou a  sentir que estava na hora",  contou José Gonçalo. O bombeiro de terceira, tripulante de ambulância de socorro, assistiu então o parto que acabou por ocorrer pelas 5h41.

Matilde é o terceiro filho do casal, e nasceu com 2,675 quilos. "Os pais estavam muito contentes por tudo ter corrido bem com o nascimento da menina", disse José Gonçalo, que é a primeira vez que assiste a um parto.

Na corporação este também foi o primeiro parto num ambulância, embora em anos anteriores os bombeiros tenham ajudado em outros nascimentos.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)