Pacientes relatam uso médico ilegal de canábis

Doentes e familiares obrigados a infringir as leis. Tema discutido em conferência de Lisboa.
Por João Saramago|10.11.18
Cientistas de vários países participam até este sábado, em Lisboa, numa conferência em que são apontados benefícios ao uso terapêutico da canábis. Esta , pacientes e familiares admitiram o recurso ilegal a medicação à base de canábis. A lei que permitirá a dispensa destes medicamentos deverá ser regulamentada até ao final do ano.

Maria João Resende, cuja irmã sofre de epilepsia, contou que corre o risco de ser detida por transportar um suplemento alimentar cuja venda é permitida no Brasil mas não em Portugal. Também nos EUA a substância é permitida, mas a alfândega barra as compras online.

Na conferência ‘Lisbon Medical Cannabis’ a presidente do Infarmed, Maria do Céu Machado, referiu ter "a convicção de que a canábis pode ser uma ajuda para os doentes". Na regressão de tumores, Cristina Sánchez, bióloga da Universidad Complutense de Madrid, salientou os resultados obtidos com canabinoides.


pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!