Professores contestam "anarquia" nos descontos para a Segurança Social

Dezena e meia de professores contratados com horários incompletos manifestaram-se este sábado no Porto.
Por Lusa|17.11.18
Dezena e meia de professores contratados com horários incompletos manifestaram-se este sábado no Porto, afirmando-se "lesados" nos descontos para a Segurança Social e acusando o Governo de "ignorar a arbitrariedade e anarquia total" da sua situação contributiva.

"Pretendemos que o Governo assuma (...) que existe uma injustiça nas escolas, que tratam os professores com horários incompletos de uma forma injusta e precária", sustenta a plataforma "Professores lesados nos descontos para a Segurança Social", promotora da manifestação.

Assumindo-se "fartos da ausência de resposta do Governo", que acusam de ter "'abafado' as queixas feitas, remetendo-se ao silêncio", os professores protestaram frente à sede do PS no Porto, afirmando serem poucos porque estão "sozinhos", sem apoio de nenhum sindicato, exceto o Sindicato de Todos os Professores (Stop).

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!