Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
5

Arquivo da RTP mais acessível

Gonçalo Reis garante que "97% dos pedidos têm resposta".
Teresa Oliveira 28 de Março de 2015 às 09:59
Gonçalo Reis, presidente da RTP
Gonçalo Reis, presidente da RTP FOTO: Filipa Couto

A ideia de que os conteúdos do Arquivo da RTP não estão acessíveis ao público é um mito urbano", disse ontem o presidente da RTP, num encontro com várias personalidades no Instituto Amaro da Costa, em Lisboa. Gonçalo Reis garantiu que "97% das solicitações do público têm resposta em 24 horas". Adiantou ainda que, apesar de os preços estarem tabelados, para "inúmeras instituições são reduzidos e, por vezes, até oferecidos".

O presidente da RTP reforçou que Luís Marinho (ex-diretor de Estratégia de Grelha), "um profissional com imenso pedigree, vai passar a tratar de projetos especiais em articulação com o arquivo".

Conforme avançou o CM, entre 2011 e 2013, o Benfica investiu 604 mil euros na compra de conteúdos ao arquivo, tornando-se no seu maior cliente. Seguiu-se o FC Porto: em 2013 gastou 98 mil euros.

No mesmo encontro, e relativamente à transmissão das touradas, Gonçalo Reis remeteu o assunto para as direções de conteúdos. Quanto à notícia que dava conta de que o regulador dos media estaria com dúvidas sobre a exoneração de Fausto Coutinho, diretor da rádio, e ainda sobre eventuais incompatibilidades do diretor de programas nomeado, Daniel Deusdado, o presidente da RTP recusou "comentar reações" e disse respeitar os "critérios, ritmos e padrões do regulador".
Arquivo da RTP RTP Instituto Amaro da Costa Gonçalo Reis Luís Marinho Fausto Coutinho Daniel Deusdado media
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)