Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
9

Rui Santos agredido no parque da SIC

Rui Santos, comentador de ‘Tempo Extra’, exibido aos domingos à noite na SIC, foi alvo de uma tentativa de agressão no parque de estacionamento da estação de Carnaxide, anteontem, após terminar mais um programa.
26 de Fevereiro de 2008 às 00:30
O jornalista relatou ao CM que três homens encapuzados, com um barrote na mão, o tentaram retirar do carro e só a intervenção do segurança (da empresa Star, Companhia de Segurança) evitou o pior. Os agressores acabaram por fugir num BMW, recorda Rui Santos.
“Estava a sair com Luís Costa Branco [apresentador de ‘Tempo Extra’], cerca da 01h00 da manhã, quando notei um movimento estranho junto da cancela do segurança”, conta. Na altura, o jornalista foi alertado pelo pivô da SIC e recorda ter visto “um tipo com um lenço vermelho sobre a boca e um capuz na cabeça”.
“O Luís avisou-me para correr para o carro e só tive tempo de abrir a porta. Nesse momento percebi que era mais do que um. Tentaram retirar-me do carro e comecei a dar pontapés e a chamar nomes”, descreve, ainda incomodado. Em comunicado, a SIC confirma o incidente, esclarecendo que “os agressores se dirigiram rapidamente à viatura de Rui Santos estacionada no parque privado. Abriram a porta, tentaram retirá-lo do automóvel e acertar-lhe com um objecto.”
No programa de domingo, Rui Santos voltou a ser incómodo ao questionar o funcionamento dos clubes desportivos e ao comentar a recente entrevista de Pinto da Costa àquela estação. O comentador não quer levantar acusações e lembra: “Ao contrário do que muitos pensam, e apesar da forma como olho para o fenómeno desportivo, não tenho tido muitos problemas”. Ainda assim, recorda um telefonema anónimo, que recebeu há cerca de sete meses e do qual deu conta à polícia, em que o ameaçaram com uma espera à porta da SIC.
“Isto não me vai condicionar nada”, frisa Rui Santos. “Não vai provocar nenhum tipo de inflexão na minha forma de estar. No próximo domingo, lá estarei com a minha forma habitual”. O comentador nota, no entanto, que “o País está cada vez mais perigoso. Não podemos sentir-nos confortáveis pelo facto de haver pessoas que entendem que a liberdade de expressão tem um preço alto. Vou lutar pela minha liberdade sempre”, acrescenta.
Os jornalistas foram acompanhados até casa pela polícia, que acorreu prontamente ao local tomando conta da ocorrência.
INTOLERÂNCIA À CRÍTICA LIVRE
“Na madrugada de segunda-feira, por volta da 01h00, o comentador da SIC, Rui Santos, foi agredido no parque de estacionamento da SIC”, esclarece a estação em comunicado. “A SIC condena o incidente ocorrido na noite de domingo com o nosso comentador Rui Santos. O caso foi imediatamente participado à PSP e os agressores, bem como a viatura em que se deslocavam, estão a ser identificados através do nosso sistema de vigilância com o fim de serem processados criminalmente. Este caso vem mostrar, uma vez mais, a profunda intolerância que algumas pessoas ligadas ao futebol continuam a ter face à crítica livre, a que, pelos vistos, continuam a não estar habituados. Este tipo de pressões inaceitáveis não fazem a SIC alterar o rumo da nossa informação ou a liberdade dos comentadores. Rui Santos foi, é e será comentador da SIC.”
O QUE ELE DISSE NA TV
- "Acabou mesmo?" - sobre o papel de Carlos Freitas
- "Promoção apressada e talvez prematura" - Sobre Rui Costa
- "Já não surpreende... como antigamente. Alvos: Maria José Morgado e Saldanha Sanches." - Sobre entrevista de Pinto da Costa
- "Silêncio dos clubes alimenta hipocrisia-" - Sobre novo regime jurídico
- "Plantel do Futebol Clube do Porto está muito acima do Sporting e do Benfica."
CRONOLOGIA
ENTRE AS 00H50 E A 01H00
- Rui Santos e Luís Costa Branco saíram da SIC e ficaram à conversa à entrada.
ENTRE A 01H00 E A 01H05
- Notando um movimento anormal junto da cancela, os dois seguiram para os carros.
ENTRE A 01H05 E A 01H07
- Enquanto Costa Branco se dirigia para as traseiras, Rui Santos correu para a esquerda.
ENTRE A 01H07 E A 01H09
- Já no carro, três encapuzados, com um barrote, tentaram retirar Rui Santos da viatura.
ENTRE A 01H09 E A 01H30
- A chegada do segurança afugentou os atacantes. A polícia chegou pouco depois.
Ver comentários