Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura

‘Conan’ em nova versão nas salas

Há quase 30 anos, era Arnold Schwarzenegger a mostrar os músculos em ‘Conan e os Bárbaros’. Agora, em ‘Conan, o Bárbaro’, que chega amanhã às salas, é Jason Momoa, actor havaiano de 32 anos com igual porte atlético e torneado. E tão mau actor quanto o ‘original’. Quem sabe se não será nomeado à famosa Framboesa de Ouro, como Schwarzenegger em 1982?!...
24 de Agosto de 2011 às 00:30
Há quase 30 anos Schwazenegger foi ‘Conan’, herói que agora é recriado por Jason Momoa (na foto)
Há quase 30 anos Schwazenegger foi ‘Conan’, herói que agora é recriado por Jason Momoa (na foto) FOTO: direitos reservados

As semelhanças ficam-se por aqui. Apesar de o título remeter para o filme protagonizado pelo ex--governador da Califórnia, o novo ‘Conan’ não é um remake, mas sim uma nova abordagem ao clássico criado por Robert E. Howard no ano de 1932.

Com ambientes sombrios a lembrar a estética dos desenhos de Frank Frazetta, a trama (a duas ou três dimensões) é uma espécie de ‘Spartacus:Sangue e Arena’, epopeia solitária do ‘cimério’ sedento de vingança que segue o assassino do pai e de toda a sua aldeia. No encalço de Khalar Zim (Stephen Lang), que procura reunir todas as partes de uma máscara ancestral de poderes maléficos, o bárbaro cruza-se com uma bela noviça. E, claro, terá de salvá-la das garras do vilão, que anseia pelo seu sangue puro e único.

Entre litros de sangue (bem mais do que no primeiro filme), um herói conversador (contra a interpretação monossilábica de Schwarzenegger) e um elenco pobrezinho, ‘Conan, o Bárbaro’ talvez conquiste adolescentes rebeldes. Afinal, o filme é recheado de acção, músculos e efeitos especiais. E nada mais.

CONAN FILME CINEMA JASON MOMOA
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)