Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
2

Um 'Espelho' que vai ter reflexos

Diogo Piçarra lança álbum de estreia.
Miguel Azevedo 28 de Março de 2015 às 15:10
Diogo Piçarra venceu o programa 'Ídolos' em 2012
Diogo Piçarra venceu o programa 'Ídolos' em 2012 FOTO: Paulo Segadães
Os títulos não valem nada, se nada se fizer para os merecer. Em 2012, Diogo Piçarra sagrou-se o novo 'Ídolo' de Portugal no programa da SIC. Como prémio tirou um curso de música com a duração de seis meses na London Music School, em Londres, assinou um contrato discográfico com a editora Universal Music Portugal e voltou ao País em 2013 com o diploma de melhor aluno do curso.

Agora com o disco de estreia 'Espelho' já no mercado, diz-se empenhado em deixar a sua marca na música e provar que nada foi obra do acaso. "A mim interessa-me maiso trabalho do que a fama", afirma o músico que, na verdade, nunca pensou em vir a ser cantor."Nunca pensei quefosse cantar na minha vida. Lembro-me de ainda tocar guitarra, cantar muito baixinho por timidez e ouvir as pessoas a dizerem-me para cantar mais alto. Foi só aí que comecei a abrir a minha voz e que comecei a cantar", recorda.

Hoje soma mais de um milhão de visualizações no YouTube, já ultrapassou os 98 mil seguidores no Facebook, mais de 16 500 no Instagram e quase 10 mil no Twitter. Escreve, compõe e canta e tem tudo para vira ser um dos grandes fenómenos da música portuguesa para o futuro. É daqueles que inspira e expira música com naturalidade. "Um músico sem música é como um jogador de futebol sem bola: não faz nada. Ter cá fora um disco, escrito e composto por mim, é um orgulho. Este disco chama-se 'Espelho' porque é isso mesmo, um reflexo daquilo que eu sou", explica.

Esteve durante muitos anos precisamente ligado ao futebol e aos desportos radicais, mas um dia, aos 15 anos, sem saber explicar muito bem como, virou-se para o pai e disse que queria aprender a tocar um instrumento. "Fomos ter com um vizinho que dava aulas de guitarra e foi aí que comecei". Mais tarde formou uma banda na escola, os Fora da Boia, que abandonou ao final de quatro anos para dar prioridade aos estudos e terminar a licenciatura fora do País, na
República Checa.

Surgiu no 'Ídolos' em 2012, depois de amãe oter inscrito no programa, numa altura em que os seus planos passavam por fazer versões e disponibilizá-las no YouTube, para ver o que acontecia. "Se não tivesse sido o programa, tudo isto teria demorado mais tempo", reconhece Diogo Piçarra,que de repente se viu no centro das atenções. "A minha mãe hoje diz que eu já não sou o Diogo pacato e tímido", confidencia o músico.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)