Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
3

Fernando Santos desconfia da nova Itália

Selecionador garante equipa muito próxima da apresentada com a Croácia.
Francisco Laranjeira 10 de Setembro de 2018 às 08:38
O selecionador nacional Fernando Santos
O selecionador nacional Fernando Santos
O selecionador nacional Fernando Santos
O selecionador nacional Fernando Santos
O selecionador nacional Fernando Santos
O selecionador nacional Fernando Santos
O selecionador nacional Fernando Santos
O selecionador nacional Fernando Santos
O selecionador nacional Fernando Santos
A Itália é o adversário desta segunda-feira da seleção nacional, na estreia de Portugal na Liga das Nações. O selecionador Fernando Santos desconfia das ‘facilidades’ que a renovada ‘azzurra’ pode trazer.

"É uma seleção de topo, sempre foi - não foi por ter ficado de fora do Mundial da Rússia que deixou de o ser. Será um jogo muito complicado", garantiu o técnico, na conferência de imprensa de antevisão do jogo, que salientou a confiança na equipa. "Confio nos meus jogadores. Espero que estejam ao seu nível. Temos grande disponibilidade para o jogo, grande qualidade, mas sabemos da qualidade da equipa italiana, que quer agora mostrar a sua mais-valia."

O Estádio da Luz vai ser o palco do confronto com os transalpinos, agendado para as 19h45, e marca a estreia de Portugal no Grupo 3 da Liga das Nações. "É muito importante para os jogadores quando estamos a entrar num novo ciclo, não só com a Liga das Nações, mas a caminho do Euro 2020. Temos jogadores muito experientes, não há essa ansiedade. Se fosse já um Europeu ou um Mundial, talvez houvesse, assim não", lembrou o selecionador, de 63 anos.

O empate frente à Croácia (1-1), na passada 5ª feira, no Estádio Algarve, num desafio particular, deixou Fernando Santos confiante na renovada Seleção. "Interessa-me a dinâmica da equipa, não só a defesa ou o ataque, e o jogo com a Croácia foi bastante positivo. Não esperem muitas alterações no onze", fez questão de salientar o treinador, que explicou a dispensa de Raphaël Guerreiro. "Apresentou algumas queixas, fez exames e considerámos que era recuperável. Com a sua evolução, deram-me a indicação de que não estaria apto."

E nem mesmo Cristiano Ronaldo escapou às perguntas. Questionado pelos media italianos sobre a seca do avançado, Fernando Santos esboçou um enorme sorriso. "Esperem um bocadinho e vão ver os golos que ele vai marcar...", finalizou.

Pepe elogia o "miúdo" Rúben Dias  
Pepe é uma das bandeiras da Seleção e um espectador atento da renovação nacional, em especial de Rúben Dias. "Quem sai mais beneficiado é Portugal. A nova geração tem muita qualidade. Rúben Dias é um miúdo que quer sempre aprender. O futuro passa por ele", garantiu o central, que espera dificuldades com a Itália.

"Vai ser um jogo muito difícil. Temos de estar preparados. Vamos dar o melhor", prometeu, confessando-se "extremamente feliz por vestir esta camisola".

PORMENORES
Boa casa na Luz
O Portugal-Itália, no Estádio da Luz, deve contar com uma casa a rondar os 45 mil espetadores. Os bilhetes para o encontro continuam à venda nos locais habituais.

Roberto Mancini
"O grande objetivo da Itália é o primeiro lugar. Com Ronaldo são mais fortes mas ainda assim é uma equipa muito forte", disse ontem o selecionador italiano Mancini, aproveitando para elogiar o português Bruma.

Balotelli integrado
Mário Balotelli está recuperado e pode ser lançado no jogo por Roberto Mancini. Apesar de ter falhado o treino de sábado da Itália, o jogador do Nice esteve ontem no Estádio da Luz. A equipa não realizou o habitual treino de adaptação mas fez um pequeno passeio no relvado.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)