Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
8

Frederico Varandas esquece expulsão de Bruno de Carvalho

Nota de culpa enviada em agosto ainda está em fase de resposta por parte do presidente destituído. Testemunhas vão ser ouvidas.
Tânia Laranjo 10 de Novembro de 2018 às 01:30
Frederico Varandas com  Bruno de Carvalho
Frederico Varandas
Frederico Varandas, presidente do Sporting
Bruno de Carvalho
Bruno de Carvalho
Bruno de Carvalho
Bruno de Carvalho
Frederico Varandas com  Bruno de Carvalho
Frederico Varandas
Frederico Varandas, presidente do Sporting
Bruno de Carvalho
Bruno de Carvalho
Bruno de Carvalho
Bruno de Carvalho
Frederico Varandas com  Bruno de Carvalho
Frederico Varandas
Frederico Varandas, presidente do Sporting
Bruno de Carvalho
Bruno de Carvalho
Bruno de Carvalho
Bruno de Carvalho
Dois meses depois de Bruno de Carvalho ter recebido a nota de culpa no processo em que era proposta a sua expulsão, a direção de Frederico Varandas ‘congelou’ a ação disciplinar. Estão ainda a ser aceites novas testemunhas de defesa e o afastamento do ex-dirigente verde-e-branco não será discutido na próxima assembleia geral.

A situação está a criar um clima de tensão entre a atual direção e a comissão de gestão - que teve a seu cargo os difíceis dossiers num período em que o Sporting vivia uma crise interna sem precedentes.

Na próxima assembleia geral vai apenas ser discutida a proposta de suspensão por um ano - decidida antes das eleições e o motivo, aliás, que impediu Bruno Carvalho de se candidatar à presidência do clube.

Sabe-se também que dirigentes da atual direção do Sporting se reuniram com os alvos do primeiro processo disciplinar - toda a direção de Bruno que se manteve em funções após o ataque a Alcochete - e também com o advogado do ex-presidente para acertarem os termos em que a situação seria discutida.

O objetivo de Frederico Varandas com este recuo será não hostilizar os apoiantes de Bruno de Carvalho que continuam a fazer-se ouvir nas críticas às prestações desportivas.

Raphinha sem limitações
Raphinha (Sporting) já treinou esta sexta-feira sem limitações, mas não deverá ser titular no jogo de amanhã com o D. Chaves em Alvalade.

O extremo está totalmente recuperado da lesão muscular do adutor da perna esquerda contraída no derrota com o Portimonense, por 4-2, e volta a integrar as opções do técnico interino Tiago Fernandes, que esta sexta-feira ministrou uma sessão de recuperação após o empate frente ao Arsenal.

Ausentes estiveram Ristovski e Battaglia, ambos lesionados.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)