Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
4

Chaves deixa dragão adormecido

FC Porto marcou no último minuto, mas árbitro mudou decisão inicial e anulou (bem) golo de Aboubakar.
Filipe António Ferreira 15 de Setembro de 2018 às 09:54
FC Porto
FC Porto
FC Porto
FC Porto
FC Porto
FC Porto
Entrada em falso do FC Porto na Taça da Liga. Os dragões foram surpreendidos pelo Chaves em casa, num mau jogo do campeão nacional e com polémica no final.

O jogo começou e o FC Porto fez o que lhe competia. Atirou o Chaves para o seu meio-campo, mas sem criar grandes chances de golo. Adrián Lopez (uma das surpresas) tentou de calcanhar logo a abrir. Pouco para o campeão nacional que só aos 39' conseguiu voltar a assustar: Corona livrou-se de Nuno André Coelho e cruzou para Herrera desperdiçar de cabeça. O intervalo chegou com muitos assobios, não tanto para os jogadores, mas para o árbitro Vítor Ferreira que permitiu muito antijogo e não marcou duas grandes penalidades (mão de Niltinho na área do Chaves aos 11' e agarrão de Herrera a Jefferson, 24').

O FC Porto surgiu ainda pior no segundo tempo e já sem Sérgio Conceição no banco (expulso ao intervalo por protestos). Sem velocidade e sem soluções, o FC Porto via o Chaves chegar com perigo à sua baliza. No último quarto de hora surgiram os golos e polémica. Hernâni marcou para o FC Porto, com Eustáquio a empatar aos 83'. Aboubakar, perto dos 90', sofreu penálti de Nuno André Coelho e nos descontos marcou com a mão, mas o árbitro mudou a decisão e anulou o golo. O Chaves conseguiu pela primeira vez não perder no Dragão.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)