Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
6

Clubes gastaram 83,7 milhões de euros com empresários durante um ano

Relatório dá conta de um aumento de 32 milhões face ao período homólogo.
João Moniz 2 de Abril de 2020 às 08:32
Benfica, Estádio da Luz
Estádio do Dragão
Estádio José Alvalade
Benfica, Estádio da Luz
Estádio do Dragão
Estádio José Alvalade
Benfica, Estádio da Luz
Estádio do Dragão
Estádio José Alvalade
Os clubes portugueses gastaram 83,7 milhões de euros com intermediários ao longo de um ano (1 de abril de 2019 a 31 de março de 2020). O relatório esta quarta-feira divulgado pela Federação Portuguesa de Futebol dá conta de um aumento de 32 milhões (mais 61,9%) face ao período homólogo nas verbas entregues a empresários pela negociação de jogadores.

Em cada dez euros que os agentes receberam, quatro euros saíram do bolso do Benfica. A fatura dos encarnados ascendeu a 34,3 milhões, quase o dobro (mais 91,6%) dos 17,9 milhões pagos entre 1 de abril de 2018 e 31 de março de 2019. Pela compra e venda de jogadores, ou pelos prémios de assinatura que os futebolistas receberam, o FC Porto pagou 23,7 milhões em comissões, mais 7,6 milhões (47,2%) do que os 16,1 milhões gastos anteriormente.

Dos três grandes do futebol nacional, o Sporting foi o que menos dinheiro deu aos empresários, ao passar de 10,2 milhões para 16 milhões (mais 56,9%). V. Guimarães (3,6 milhões) e Sp. Braga (3,3 milhões) fecham o lote de equipas cujo volume total das comissões ultrapassa a casa dos milhões
Federação Portuguesa de Futebol desporto futebol milhões pagamentos empresários
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)