Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
4

Pilotos da TAP amigos de Bruno

Têm sido várias as ocasiões em que acaba sentado em executiva.
Octávio Lopes 3 de Abril de 2015 às 08:21
Bruno de Carvalho esteve em Estocolmo, na Suécia, na segunda e na terça-feira
Bruno de Carvalho esteve em Estocolmo, na Suécia, na segunda e na terça-feira FOTO: Sérgio Martins

Bruno de Carvalho tem feito inúmeras viagens desde que lidera o Sporting e compra sempre bilhetes em económica, os mais baratos. Contudo, segundo fonte oficial do clube de Alvalade, têm sido várias as ocasiões em que acaba sentado na executiva, onde os preços, por vezes, são quatro vezes mais caros.

Foi o que aconteceu na segunda e na terça-feira. Bruno de Carvalho, o vogal da direção leonina Rui Caeiro e a assessora jurídica do clube, Patrícia Silva Lopes, deslocaram-se a Estocolmo, na Suécia, onde foram participar em reuniões e na assembleia geral da Associação Europeia de Clubes (ECA). De acordo com as fontes contactadas, mal Bruno de Carvalho entrou no avião da TAP, foi reconhecido e o piloto convidou-o a trocar o lugar na económica e a passar para a executiva. O dirigente hesitou e observou que estava acompanhado. O piloto estendeu então o convite a Rui Caeiro e Patrícia Silva Lopes.

No regresso a Lisboa, na terça-feira, aconteceu a mesma coisa. Bruno de Carvalho voltou a ocupar um lugar que custava 1789 euros, tendo pago 460 euros. Desta vez, no entanto, alguns passageiros não gostaram de terem sido preteridos e reclamaram. O piloto, no entanto, não mudou de ideias.

No mesmo avião viajaram ainda os representantes de Benfica (Paulo Gonçalves e Miguel Moreira) e Marítimo (Sancho Freitas), que também estiveram nas reuniões da ECA em Estocolmo. Contactados pelo Correio da Manhã, todos se recusaram a prestar qualquer declaração sobre o que se passou com Bruno de Carvalho. 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)