Casais arriscam este ano entrega de IRS em separado

Contribuintes têm até 30 de junho para entregarem o IRS.
Por Beatriz Ferreira|23.02.19
Os casados e unidos de facto que cumprem os requisitos para serem abrangidos pelo IRS automático, mas que não validem nem recusem a declaração automática de rendimentos no Portal das Finanças, vão ter o imposto calculado pelo regime de tributação em separado.

Os contribuintes têm entre 1 de abril e 30 de junho para entregarem a declaração de IRS, sendo que a Autoridade Tributária disponibiliza, a cerca de 3,2 milhões de pessoas, uma declaração provisória.

Aos contribuintes cabe aceder ao Portal das Finanças para validar e submeter a declaração automática ou recusá-la, caso, por exemplo, contenha informação errada sobre os rendimentos, as retenções na fonte ou as deduções à coleta.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!