Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
4

Fusão da CP e EMEF avança com sinergias

Operação visa reforçar a qualidade do serviço e concretiza-se a 1 de janeiro de 2020.
Janete Frazão 28 de Dezembro de 2019 às 10:51
Funcionários da EMEF
Utentes vão pagar mais em 2020
Funcionários da EMEF
Utentes vão pagar mais em 2020
Funcionários da EMEF
Utentes vão pagar mais em 2020
A fusão entre a CP - Comboios de Portugal e a EMEF - Empresa de Manutenção de Equipamento Ferroviário concretiza-se a 1 de janeiro de 2020, segundo o decreto-lei que regulamenta a operação e que foi publicado em Diário da República.

A lei destaca que esta fusão "visa garantir a normalização e o reforço da qualidade do serviço (...), permitindo melhor afetação de recursos e eliminando redundâncias e condicionamentos ", lê-se no decreto-lei, em que se sublinha que são mantidos "bens, direitos e obrigações legais e contratuais" já existentes e salvaguardados os direitos dos trabalhadores. De resto, Pedro Nuno Santos, ministro das Infraestruturas, já tinha referido recentemente que a transferência dos trabalhadores, no âmbito desta fusão, seria "automática".

O Orçamento do Estado para 2020 prevê também que "os aposentados ou reformados com experiência relevante em áreas de manutenção de material circulante podem exercer funções em empresas públicas do setor ferroviário", mantendo, dessa forma, a pensão acrescida de até 75% da remuneração.

Esta sexta-feira, Vítor Domingues dos Santos, presidente do Conselho de Administração do Metropolitano de Lisboa, também recusou qualquer derrapagem no prazo das obras das estações Estrela e Santos, que estão previstas abrir ao público em 2024.

Preço dos bilhetes diários com aumentos
Os bilhetes diários Carris/Metro/Transtejo e Carris/Metro/CP vão aumentar cinco cêntimos a partir de 2020. O bilhete Carris/Metro/Transtejo passa a custar 9,55 euros. Já o combinado Carris/Metro/CP custará 10,60 euros. A viagem de metro com o ‘Zapping’ terá um aumento de um cêntimo, passando a 1,34 euros.

O passe Carris/Metro/estacionamento passará para os 54,60 euros e o passe Metro/Parque Alvalade XXI passa a custar 46,15 euros. Os restantes títulos mantêm os preços atuais.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)