Barra Cofina

Correio da Manhã

Economia
4

J. Gonçalves: "O BES será sempre um problema para o Estado"

O antigo presidente do grupo BCP diz que o valor pedido pelo Novo Banco é acima do valor de mercado.
23 de Abril de 2015 às 21:17
Jardim Gonçalves esteve no IV Encontro de Gestores organizado pelo Fórum de Administradores de Empresas
Jardim Gonçalves esteve no IV Encontro de Gestores organizado pelo Fórum de Administradores de Empresas FOTO: Sérgio Lemos
O antigo presidente do grupo BCP, Jorge Jardim Gonçalves, afirmou, esta quinta-feira, que acredita que "o Banco Espírito Santo (BES) será sempre um problema para o Estado", devido ao preço a que foi colocado à venda o Novo Banco.

"Não sei nada do que passou no interior, mas quanto ao exterior, tenho para mim que o BES será sempre um problema para o Estado. Mesmo que [o Novo Banco] seja comprado por outro Estado estrangeiro, o BES é um problema de Estado", afirmou Jardim Gonçalves, em declarações à Lusa, no final do IV Encontro de Gestores organizado pelo Fórum de Administradores de Empresas, no auditório da SRS, em Lisboa.

Jardim Gonçalves justificou esta afirmação, comentando que "o preço que foi posto [para o Novo Banco] é acima do valor que o mercado dá", a não ser que surja uma entidade "que não tenha de dar contas a ninguém e que pode investir por outras razões".

Questionado sobre se se estaria a referir a investidores estrangeiros, como os chineses, o ex-gestor referiu que não tem "nada contra ninguém", mas que todas as entidades, quando entram no capital de outras empresas, têm obrigação de prestar contas nesses processos.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)