Barra Cofina

Correio da Manhã

Especiais
1

Filipe Gaivão: "O vento começou a piorar e foi a etapa mais difícil até hoje"

Ciclista partiu no dia 10 de julho de Bruxelas rumo a Lisboa, numa viagem solitária de bicicleta.
Correio da Manhã 23 de Julho de 2019 às 18:12
Filipe Gaivão: 'O vento começou a piorar e foi a etapa mais difícil até hoje'
Filipe Gaivão: 'O vento começou a piorar e foi a etapa mais difícil até hoje'
Filipe Gaivão: 'O vento começou a piorar e foi a etapa mais difícil até hoje'
Filipe Gaivão: 'O vento começou a piorar e foi a etapa mais difícil até hoje'
Filipe Gaivão: 'O vento começou a piorar e foi a etapa mais difícil até hoje'
Filipe Gaivão: 'O vento começou a piorar e foi a etapa mais difícil até hoje'

Filipe Gaivão, de 57 anos, saiu de Bruxelas no passado dia 10 de julho rumo a Lisboa, numa viagem solidária de bicicleta que visa "dar maior visibilidade às pessoas que sofrem de esclerose múltipla".

"Ontem foi mais um dia fantástico. Ao fim tarde, Javier Tovar da Multiple Esclerosos de Valladolid veio ter comigo ao hotel e fomos até à Praça principal onde o resto do Grupo nos esperava. Fiquei sem palavras para o que encontrei. Muita gente feliz por estar comigo e para me agradecer o que tenho feito", começou por contar Filipe Gaivão.

"Mas hoje como previsto, fiz-me à estrada e começou muito bem. Calmamente e sem vento passei por Simancas e Tordesillas continuando a pedalar. Foi aí que encontrei o Jose Luís que me acompanhou por cerca de 40 quilómetros e a quem agradeço a companhia e a amizade", disse o português em missão solidária. 

No entanto, o "vento começou a piorar e foi a etapa mais difícil até hoje", explicou Gaivão.

"Vento forte e médias muito baixas. Demorei mais de 2 horas do que o previsto. Foi muito mau mesmo, mas a persistência compensa e aqui estou em Salamanca preparado para ir ter com a Associacion de Salamanca e depois ir jantar com os amigos que me irão acompanhar até Lisboa de bicicleta e que chegam hoje", concluiu o português que está cada vez mais perto do destino final, Lisboa.
Ver comentários
}