Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Bebé ‘milagre’ nasce prematura com 400 gramas

Médicos acreditam que é menina "é uma da bebés mais pequenas a sobreviver".
13 de Janeiro de 2018 às 20:00
Manushi nasceu com 400 gramas. Saiu agora do hospital, com seis meses
Manushi nasceu com 400 gramas. Saiu agora do hospital, com seis meses
Manushi nasceu com 400 gramas. Saiu agora do hospital, com seis meses
Manushi nasceu com 400 gramas. Saiu agora do hospital, com seis meses
Manushi nasceu com 400 gramas. Saiu agora do hospital, com seis meses
Manushi nasceu com 400 gramas. Saiu agora do hospital, com seis meses
Manushi nasceu com 400 gramas. Saiu agora do hospital, com seis meses
Manushi nasceu com 400 gramas. Saiu agora do hospital, com seis meses
Manushi nasceu com 400 gramas. Saiu agora do hospital, com seis meses

A pequena Manushi é uma verdadeira sobrevivente que deixou espantados os médicos que ajudaram ao seu nascimento. A menina nasceu prematura na Índia, com apenas 6 meses de gestação e pesando apenas 400 gramas.

O caso é referido pelos médicos como "um milagre" e acreditam que a bebé "é uma das mais pequenas a sobreviver.

Quando Manushi nasceu, 12 semanas antes do previsto, um dos seus pés era do tamanho da unha do dedo do pai. A menina media 20 centímetro, sensivelmente o mesmo que uma mão.

Os pais celebram agora o facto de Manushi ter tido alta, seis meses depois do nascimento, ocorrido a 15 de junho. Segundo o último boletim clínico, a menina estava a "desenvolver-se normalmente", com uma estrutura cerebral e desenvolvimento ocular considerados "normais".

A mãe, Seeta, de 48 anos, e o pai, Giriraj, de 50, não se cansam de elogiar a capacidade de sobrevivência da filha, que nasceu de cesariana. "Ela lutou e lutou e lutou. Contra todas as hipóteses sobreviveu e venceu todos os obstáculos", comenta a mãe da bebé.

Manushi pesa agora 2,35 quilos. Quando nasceu, não respirava tinha os órgãos pouco desenvolvidos e os médicos não deram qualquer esperança aos pais de que a menina sobrevivesse.

Os tratamentos e o internamento da criança custaram perto de 150 mil euros mas, devido ao facto de se tratar de um caso especial e de os pais terem dificuldades económicas, o hospital optou por  não cobrar os custos hospitalares.

Manushi Índia Seeta Giriraj questões sociais saúde
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)