Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Brasil pensa adotar senhas para limitar entrada de venezuelanos no país

"Entram 700 a 800 pessoas por dia", disse Temer.
Lusa 29 de Agosto de 2018 às 15:53
O presidente do Brasil, Michel Temer
Michel Temer
Michel Temer
Michel Temer
O presidente do Brasil, Michel Temer
Michel Temer
Michel Temer
Michel Temer
O presidente do Brasil, Michel Temer
Michel Temer
Michel Temer
Michel Temer

O Presidente do Brasil, Michel Temer, disse esta quarta-feira que estuda distribuir entre 100 e 200 senhas para limitar a entrada de venezuelanos no Brasil pela fronteira do estado de Roraima.

"Entram 700 a 800 pessoas por dia [na fronteira do Brasil com a Venezuela em Roraima]. Pensamos em colocar senha para entrar 100, 150 até 200 pessoas por dia e organizar um pouco mais essas entradas", disse o Presidente brasileiro à Rádio Jornal.

Na entrevista, Michel Temer defendeu a necessidade do decreto que assinou na última terça-feira, autorizando a mobilização do Exército para conter a tensão crescente causada pela imigração em massa de venezuelanos para Roraima, um estado empobrecido localizado no norte do país.

Venezuela Brasil Rádio Jornal Rádio Jornal Michel Temer Presidente política Roraima
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)