Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Mais de 130 pessoas detidas por suspeita de crime eleitoral no Brasil

Polícia federal brasileira divulgou que foram registadas 901 ocorrências eleitorais pelo país.
Lusa 7 de Outubro de 2018 às 20:06
Milhares de brasileiros foram às urnas para escolher o novo presidente
Brasileiros votam para as presidenciais de 2018 na Faculdade de Direito de Lisboa
Brasileiros votam para as presidenciais de 2018 na Faculdade de Direito de Lisboa
Brasileiros votam para as presidenciais de 2018 na Faculdade de Direito de Lisboa
Milhares de brasileiros foram às urnas para escolher o novo presidente
Milhares de brasileiros foram às urnas para escolher o novo presidente
Milhares de brasileiros foram às urnas para escolher o novo presidente
Brasileiros votam para as presidenciais de 2018 na Faculdade de Direito de Lisboa
Brasileiros votam para as presidenciais de 2018 na Faculdade de Direito de Lisboa
Brasileiros votam para as presidenciais de 2018 na Faculdade de Direito de Lisboa
Milhares de brasileiros foram às urnas para escolher o novo presidente
Milhares de brasileiros foram às urnas para escolher o novo presidente
Milhares de brasileiros foram às urnas para escolher o novo presidente
Brasileiros votam para as presidenciais de 2018 na Faculdade de Direito de Lisboa
Brasileiros votam para as presidenciais de 2018 na Faculdade de Direito de Lisboa
Brasileiros votam para as presidenciais de 2018 na Faculdade de Direito de Lisboa
Milhares de brasileiros foram às urnas para escolher o novo presidente
Milhares de brasileiros foram às urnas para escolher o novo presidente

Mais de 130 pessoas foram hoje detidas no Brasil por suspeita cometerem crimes eleitorais, no dia das eleições para escolher o novo Presidente, parlamentares e governadores regionais, anunciou o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Segundo o Centro Integrado de Comando e Controle das Eleições, em Brasília, as infrações cometidas pelos 134 detidos foram registadas nos estados de Alagoas, Acre, Amapá, Amazonas, Ceará, Mato Grosso do Sul e Pará.

Já a polícia federal brasileira divulgou que foram registadas 901 ocorrências eleitorais pelo país, que variam entre prática de crimes de boca de urna, uso de identidade de outros eleitores para votar, transporte ilegal de eleitores e até casos de compra de votos.

Ver comentários