Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Chamada do Exército não trava bloqueios no Brasil

Camionistas mantêm protesto contra o preço dos combustíveis.
Domingos Grilo Serrinha e correspondente no Brasil 27 de Maio de 2018 às 09:31
Camionistas desbloquearam algumas estradas mas continuam parados
Camionistas desbloquearam algumas estradas mas continuam parados FOTO: Reuters
Milhares de camionistas em greve contra o alto preço dos combustíveis mantiveram este sábado grande parte do Brasil paralisado, apesar da decisão do presidente Michel Temer de chamar o Exército para tentar travar os protestos e desbloquear as estradas.

Para evitarem confrontos com os militares, os camionistas desbloquearam, parcialmente, estradas em vários pontos do país, mas mantiveram-se parados nas bermas. O governo chegou a anunciar pela manhã que 132 estradas tinham sido desbloqueadas mas, a Polícia Rodoviária informou depois que o número de bloqueios tinha até aumentado, dos 519 registados na sexta-feira para 596, pois os camionistas desobstruíam um ponto mas bloqueavam outros mais adiante.

Sem combustível, o Rio de Janeiro só tinha ontem em circulação 23% dos autocarros, São Paulo e Belo Horizonte menos de 50% e, em muitas cidades, os transportes públicos estavam suspensos. Onze aeroportos só permitiam a aterragem de aviões que tivessem combustível para continuar viagem, e os maiores portos do país estavam parados. Hospitais de todo o Brasil suspenderam cirurgias por falta de oxigénio, muitas lojas, escolas e empresas estão fechadas e diversas câmaras municipais decretaram feriado até que a situação se normalize.
Polícia Rodoviária Brasil Rio de Janeiro Michel Temer São Paulo política
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)